81437-teorenan_jpg.jpeg

Os irmãos siameses da política estão combinando mais uma dobradinha 

A relação entre Renan Calheiros e Téo Vilela é algo difícil de explicar. Por quase duas décadas eles estão juntos e  já fizeram dobradinha em duas eleições para o Senado, 1994 e 2002. Depois, com Téo no Governo, ocorreu um distanciamento que muitos acham ter sido combinado.
Em 2014 Téo poderia muito bem sair do Governo para voltar ao Senado mas manteve-se governador, lançou dois candidatos em uma ‘atrapalhada’ eleição que serviu apenas pra garantir a vaga de Federal para Pedro Vilela, com grande base de aliados do PMDB.
Agora a dupla volta a cena com uma nova coincidência.
Ambos adotaram a teoria do “fique tranquilo, você é meu candidato”.
Renan fala aos quatro cantos que Marx terá sim a legenda do PMDB para ser candidato ao Senado na 2º vaga da chapa do Governo.
Téo garante a Rui que o PSDB chancela a candidatura dele ao Governo. Qual o problema nisso? Ninguém acredita.
Os que conhecem bem a alma dos ‘irmãos siameses’ garantem que ambos estão jogando o jogo contra os meninos.
O pragmatismo é tanto, que ambos – Téo e Renan – podem estar combinando cada um ao seu modo duas chapas adversárias onde eles controlam o tabuleiro e cada movimento. Renan garante a Marx mas não dá espaço para ele. Téo garante Rui, mas controla o fundo partidário do PSDB e outras coisas.
O que eles estão a pensar é que tem um Biu no meio do caminho…
Esperar para ver!

7segundos 

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com