201709252239_b20eef8f28.jpg

CSA volta a vencer o Tombense-MG e garante classificação à Série B

Festa em Maceió, em Alagoas e onde quer que exista um torcedor azulino! Quase duas décadas depois, o CSA está de volta à Série B do Campeonato Brasileiro. Com o Estádio Rei Pelé lotado, totalmente vestido nas cores e azul e branco, o Azulão do Mutange venceu o Tombense-MG, por 1 a 0, na noite desta segunda-feira, em jogo pelas quartas de final da Série C, e garantiu o retorno à Segundona nacional de 2018, além da vaga na semifinal da competição, onde vai enfrentar o São Bento-SP, no próximo fim de semana. 

O primeiro jogo será em Sorocaba, pois, com a vitória de ontem, o Azulão soma mais pontos (38) que o São Bento (35) e tem o direito de fazer o segundo duelo em casa. Também já garantiram o acesso Sampaio Corrêa-MA e Fortaleza-CE.
CSA 1×0 Tombense

O gol do Azulão foi de Edinho, aos 17 minutos do primeiro tempo. No jogo de ida, na segunda-feira, 18, o Azulão bateu o time mineiro por 2 a 0, jogando na cidade de Tombos, construindo uma excelente vantagem que fez o torcedor azulino já dar como certo o acesso do time à Série B. 

A partida começou com o Tombense investindo no ataque e conseguindo o escanteio em duas oportunidades, aos 10 e aos 13 minutos. Porém, nas duas cobranças, o CSA conseguiu evitar que a bola fosse no gol de Mota.
E foi justamente o Azulão quem abriu o placar. Aos 17 minutos, após bela jogada pela esquerda, Raul Diogo cruzou rasteiro na área e Edinho apareceu sozinho. De frente para o gol, o atacante só fez empurrar a bola para a rede do Tombense, levando a torcida azulina ao delírio no Rei Pelé e nos locais onde foram instalados telões para o torcedor assistir ao jogo, em Maceió e no interior do estado.

Aos 21 minutos, o Tombense teve uma cobrança de falta com Maradona, mas a bola passou por cima do gol de Mota. E o CSA respondeu pouco depois, aos 23 minutos. Em mais uma rápida jogada pelo lado direito, Michel Douglas invadiu a área, mas Keke se jogou na bola, impedindo a jogada.
Em desvantagem no placar, o Tombense seguiu em cima, deixando muito espaço na defesa, enquanto o CSA se fechou para sair apenas no contragolpe. Foi assim que, aos 28 minutos, Marcos Antônio tentou o chute de fora da área, mas a bola foi longe do gol.
|Já aos 43 minutos, o Tombense arriscou com Everton Dias, também de fora da área, dando o primeiro chute do time mineiro em direção ao gol do Azulão. 

ETAPA FINAL

No segundo tempo, o CSA logo buscou o ataque aos 8 minutos, com Daniel Costa, mas a bola saiu pela linha de fundo. O Tombense não se entregava, mas a bola não chegava com perigo ao gol azulino, pois, o time da casa neutralizava bem as investidas do adversário. O jogo ficou morno e o tempo passou com velocidade. Bom para o Azulão, que só fez administrar o resultado.
Edinho escora cruzamento de Raul e abre o marcador no Trapichão
Aos 33 minutos, em cruzamento da direita, Michel Douglas tentou cortar e furou. A redonda quase enganou Mota, que viu a redonda passar perto, saindo pela linha de fundo. 

FIM DE JOGO E FESTA AZULINA

Torcedor azulino lotou Rei Pelé e homenageou dirigentes antes da partida
E já não havia mais tempo para nada. O árbitro Péricles Bassols encerrou a partida aos 48 minutos e a torcida azulina fez a festa, celebrando a classificação nos quatro cantos do estado. 

CSA – Mota; Celsinho, Leandro Souza, Jorge Fellipe e Raul Diogo; Dawhan (Michel Schmoller), Boquita, Marcos Antonio (Caique) e Daniel Costa; Edinho (Didira) e Michel Douglas. Técnico: Flávio Araújo.

Tombense – Darley; Marcelo, Welington Carvalho, Ednei e Denis Neves; Everton Dias, Everton (Maycon), Maradona (Dieguinho) e Allan Dias (Lucas); Max e Keke. Técnico: Raul Cabral.
Fiel, torcedor azulino celebra segunda acesso seguido do CSA

Gazetaweb

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com