thumbnail_Sistemas adutores captarão água do Canal do Sertão

Codevasf lança licitação para implantar sistemas adutores do Canal do Sertão alagoano

Cerca de 700 famílias que vivem em comunidades rurais difusas ao longo do Canal do Sertão alagoano, nos municípios de Água Branca, Delmiro Gouveia e Pariconha, no semiárido de Alagoas, estão mais próximas de efetivar seu direito fundamental de acesso à água. Para isso, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está realizando um processo licitatório para contratação de empresa para implantação de sistemas adutores para fornecimento de água tratada a essas comunidades a partir da captação no canal. A Codevasf está investindo cerca de R$ 20 milhões para promover a infraestrutura hídrica nessas comunidades.
Podem participar da licitação empresas do ramo que atendam às exigências do edital e seus anexos disponíveis nos sítios www.codevasf.gov.br e www.comprasgovernamentais.gov.br. Caso os interessados não consigam acessar os documentos por meio eletrônico, o edital e seus anexos estarão à disposição na sala da Secretaria Regional de Licitações da Codevasf em Alagoas, localizada na sede da 5ª Superintendência Regional em Penedo (AL), no horário das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira.
As propostas e os documentos das empresas interessadas em participar do processo licitatório deverão ser entregues no auditório do Edifício-Sede da 5ª Superintendência Regional da Codevasf, localizado na Avenida Castro Alves, S/N, Bairro Santa Luzia, Penedo (AL), em sessão marcada para as 10h do dia 16 de outubro de 2017.
Para mais informações, sobre o processo licitatório, os interessados podem entrar em contato com a Secretaria Regional de Licitações da Codevasf em Alagoas pessoalmente ou nos telefones (82) 3551-9443 e 3551-9444.
Segundo o superintendente regional da Codevasf em Alagoas, Antônio Nelson de Azevedo, a realização do processo licitatório para implantação dos sistemas de adutoras representa o primeiro passo para promoção pelo Governo Federal do acesso ao direito à água tratada das cerca de 700 famílias que vivem no entorno do Canal do Sertão alagoano.
“A contratação de empresa para execução do projeto das adutoras é o primeiro passo para que possamos levar esse benefício a centenas de famílias que nunca tiveram acesso à água tratada. Mais uma vez, a Codevasf cumpre sua missão institucional como braço de execução das políticas públicas de desenvolvimento regional, especialmente numa região que necessita ainda mais da presença do Governo Federal”, destacou o superintendente regional da Codevasf.
Sistemas de adutoras
Nessa primeira etapa do projeto, serão implantados quatro subsistemas adutores que atenderão a comunidades rurais difusas ao longo do Canal do Sertão alagoano nos municípios de Água Branca, Delmiro Gouveia e Pariconha. O projeto prevê a construção de adutoras, extensão de redes de distribuição de água tratada e da rede elétrica, estação de tratamento de água e de reservatórios.
O subsistema II está inteiramente localizado no interior do município de Água Branca e deverá atender aos povoados Lagoa das Pedras, CAU e Moreira de Baixo. Completamente localizado no interior do município de Delmiro Gouveia, o subsistema IV deverá atender aos povoados Bom Jesus, Maria Bonita, Sítio Araçá, Assentamento Jurema, Lagoa dos Patos e Olho D’aguinha.
Já o subsistema VI está inteiramente localizado no interior do município de Água Branca e prevê o atendimento aos povoados Frande, Cansanção e Mandacaru. Por fim, o subsistema VIII atenderá a comunidades distribuídas nos povoados Morro Vermelho, Papa Terra, Campo do Urubu e Mulungu, no município de Água Branca e Marcação, e Burnil, Várzea do Pico, Lagoa Preta e Corredor, no município de Pariconha.

Bruno Santos – Jornalista Mte 759/AL

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com