ricardomota

Em três meses, PF fez duas operações na Sesau

Em menos de três meses, a Secretaria Estadual de Saúde recebeu a visita da Polícia Federal por duas vezes.

A primeira, em 11 de maio, foi na Operação Sucupira, que apurou um suposto desvio de R$ 108 mil da Sesau, em pagamentos a professores da Universidade Federal de Alagoas.

O principal nome da pasta, apontado pela PF como um dos responsáveis pelo “esquema” denunciado, é secretário-adjunto da Saúde, Ediberto Omena – que permanece no cargo (não há, por óbvio, condenação).

O secretário Christian Teixeira, que está despachando desde a semana passada no HGE, foi à sede da Sesau logo cedo, quando soube da ação de hoje da PF.

Ainda que não tenha relação com os fatos denunciados, ele disse que não podia esconder “o constrangimento com operações” policiais realizadas na sua gestão.

blog.tnh1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com