Indignados com o cenário de corrupção da política no país e com a chegada do ex-presidente Lula em Alagoas, o Movimento Brasil (MBR) vai realizar uma carreata nesta quarta-feira (23), no estacionamento do Jaraguá. Além disto, a manifestação também é contra a concessão do título Doutor Honoris Causa que a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) vai entregar ao ex-presidente durante uma cerimônia amanhã.

Em contato com o presidente do MBR, Alessandro Gusmão, a convocação para a manifestação que está marcada às 18h no estacionamento é para que a população se politize e não para criar atritos.

“A nossa manifestação é contra o uso do Estado porque isso se tornou uma agressão não só a sociedade alagoana, afinal, você utilizar o estado para homenagear uma pessoa que já foi condenado. Isso é uma afronta também à própria Justiça”, comentou Alessandro.

Para ele, a sociedade não pode permitir que isso aconteça, ainda mais sabendo que Luiz Inácio Lula da Silva pretende ser presidente do país. “Não basta todo estrago que ele fez. O PT tomou conta da política e destruiu o país. Fora a questão moral, ética, de representatividade, foi um estrago gigantesco. Uma pessoa depois de tudo isso ainda quer ser presidente, é muita cara de pau”, desabafou o presidente do movimento.

Justiça

Alessandro disse que o Movimento Brasil ingressou na Justiça contra o título de doutor honoris causa que será concedido ao ex-presidente. Segundo ele, o resultado se vai haver suspensão da entrega do título, deve ser divulgado ainda na tarde de hoje.

A reportagem entrou em contato com o reitor da Uneal, Jairo Campos, que informou que não está ciente da situação sobre a suspensão e que não recebeu nenhum comunicado oficial sobre o caso.