Brasil abre mão de R$1,2 bilhão em impostos ao importar álcool americano

Só até maio, o Brasil deixou de arrecadar em 2017 ao menos R$300 milhões em impostos, em razão da decisão da Câmara de Comércio exterior (Camex) de autorizar a importação de “álcool podre” dos Estados Unidos, à base de milho e muito poluente, com alíquota zero. Em 2017, a estimativa é que a renúncia fiscal do governo brasileiro, garantida pelo lobby de distribuidoras, será superior a R$1,2 bilhão. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O lobby dos distribuidores adquiriu permissão do governo Dilma para importar etanol podre sem pagar impostos. A treta jamais foi cancelada.

Nesta terça (25), ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex) poderão prestar obediência aos distribuidores ou acabar com a treta.

O álcool à base de milho, importado sem pagar impostos, é “podre” por ser altamente poluente, ao contrário do álcool de cana “made in Brasil”.

diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com