16832209_271921309901745_1110356646477573997_n

​SINDSPEM realiza assembleia com trabalhadores da Educação

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo (SINDSPEM) realiza assembleia geral extraordinária com os trabalhadores da Educação nesta quarta-feira, 05 de julho. O ato acontece no auditório Joaquim Reis de Santana, na sede do SINDSPEM, com primeira chamada às 9 horas e a segunda às 9h30.

O ponto principal da pauta é a definição do posicionamento dos servidores da Educação sobre a proposta de reajuste anunciada pelo governo apenas para professores, lançada de forma unilateral e sem qualquer diálogo prévio com trabalhadores e sindicato.
As demais categorias de trabalhadores da Educação e do funcionalismo municipal amargam 5 anos sem reajuste real de salário, situação agravada pela inflação que diminuiu o poder de compra do servidor efetivo da Prefeitura de Penedo em menos 41,6%, percentual calculado pelo IPCA de maio de 2011 até maio de 2016.

Penalizada em 2017 com o fim do horário corrido, o que implica em mais custos com transporte e a impossibilidade de complementar a renda familiar ou investir em sua qualificação pessoal no período da tarde, a maioria dos servidores municipais sobrevive com apenas um salário mínimo (R$ 937,00) quando deveria receber atualmente R$ 1.321,17.

A assembleia geral desta quarta-feira, 05, debaterá o achatamento salarial e também vai analisar, discutir e votar a proposta de reajuste apresentada pelo governo. Informes gerias e encaminhamentos também constam na pauta do encontro promovido pelo SINDSPEM.

“O que for decidido na assembleia será levado ao prefeito na reunião prevista para ocorrer na tarde da quarta-feira, horas depois da nossa reunião com os servidores da Educação. A decisão dos trabalhadores será apresentada de modo oficial, como tem sido o comportamento do SINDSPEM”, afirmou Ana Flávia Teixeira, Presidente do  SINDSPEM.

“Tudo o que é posto na mesa de negociação está documentado e registrado pelo sindicato, aqui ninguém muda de postura em função de interesses escusos ou durante encontros individualizados, fora da agenda oficial, ao contrário do pensamento equivocado do líder do governo exposto recentemente na Câmara de Vereadores. A nossa política é defender e tentar ampliar direitos dos servidores públicos municipais”, frisou Ana Flávia.

A Presidente do SINDSPEM destaca ainda a audiência prevista para acontecer no Fórum de Penedo na manhã desta terça-feira, 04, sobre pagamento do adicional de periculosidade para vigilantes da Prefeitura de Penedo. Apesar de parecer favorável deferido pela Procuradoria Geral do Município, o governo municipal permanece insensível ao direito assegurado por lei.
SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE PENEDO – SINDSPEM


A Valorização do Servidor Começa Aqui!


Texto Fernando Vinícius – jornalista MTB 837/AL

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com