Cristiano Ronaldo não volta mais ao Real Madrid. A decisão do craque, que se encontra a serviço da Seleção Portuguesa na Copa das Confederações, está tomada e o motivo não seria desportivo. O jogador se sente maltratado na Espanha, por conta da acusação do Ministério Público espanhol de ter, de forma “consciente”, criado uma sociedade para defraudar o fisco em 14,7 milhões de euros.

“Vou deixar Madrid, já decidi. Não há como voltar atrás”, afirmou o jogador aos seus companheiros de seleção.

Apesar de todo o circo mediático dos últimos dias – que não lhe é naturalmente indiferente – Cristiano Ronaldo está determinado a manter o foco na Copa das Confederações, onde Portugal estreia no próximo domingo (18), contra o México.