201706092145_4c5436804f

CRB não reage, sofre 1×0 e amarga 3ª derrota seguida na Série B

Não deu para o CRB. Desfalcado de quatro atletas no setor de meio-campo, o Galo não conseguiu somar ponto na noite desta sexta-feira (09), em novo desafio fora de casa, no Estádio Heriberto Hülse, onde o time comandado por Léo Condé perdeu por 1×0 para o então lanterna Criciúma-SC, que ainda não havia vencido na Série B do Campeonato Brasileiro.

E a terceira derrota seguida na competição já acende o sinal de alerta no CRB, pois, o Galo – que também não marca há três jogos – perdeu mais duas posições na abertura da 6ª rodada, que terá outras seis partidas neste sábado (10).
Agora, o representante alagoano é 14º colocado, distante apenas dois pontos do primeiro time a figurar na zona de rebaixamento, o Boa Esporte-MG, que ainda vai entrar em campo. Ou seja, o Galo ainda pode perder até três posições e figurar na zona de rebaixamento, pois, Figueirense-SC e Paraná-PR – 15º e 16º colocados, respectivamente – também brigam por pontos no fechamento da rodada.
Sem perder tempo, o CRB já começa a voltar suas atenções para o compromisso da próxima terça-feira (13), quando vai receber a visita do Vila Nova-GO, no Estádio Rei Pelé, com o treinador alvirrubro podendo promover a estreia do atacante Zé Carlos – regularizado, o jogador deve ao menos surgir entre os reservas.
O jogo
O Galo entrou em campo com quatro desfalques, sendo três volantes: Jorginho (lesionado), Yuri e Adriano (suspensos pelo terceiro cartão amarelo). Já o meia-atacante Maílson também não viajou para Santa Catarina porque foi poupado, devido à lesão. Com isso, Léo Condé resolveu formar o meio-campo com Chico, Elvis e Rodolfo. Já Audálio e Danilo Pires atuaram à frente da zaga, com Neto Baiano – que voltava de suspensão – isolado no ataque. Já na defesa, uma mudança inesperada, com Adalberto no lugar do capitão Gabriel.

Fora de casa, time alvirrubro voltou a desejar no quesito criação

FOTO: ASCOM CRICIÚMA E.C.

E quando a bola rolou, foi o Criciúma quem ditou o ritmo, abrindo o marcador logo com nove minutos. O lateral Diogo Matheus cruzou da direita, a zaga afastou parcialmente e a bola sobrou para Caio Rangel, que dominou bonito e chutou com categoria, acertando o canto direito do goleiro Juliano: 1×0.
Mas o Tigre logo diminuiu o ritmo, permitindo o avanço do time visitante. O Galo, porém, tinha dificuldade na criação, finalizando muito pouco. Prova disso é que só levou perigo à meta do goleiro Luíz aos 26 minutos, quando Adalberto aproveitou cruzamento e concluiu de carrinho, vendo a bola passar raspando o poste esquerdo do goleiro.
As equipes ainda alternaram uma chance cada, mas o placar seguiu o mesmo até o apito que encerrou a primeira etapa.
Para o segundo tempo, Condé trocou Chico por Erick Salles logo no retorno do vestiário. Porém, o Galo não acertava o último passe. Com o time visitante sem encontrar espaço, o treinador regatiano processou sua segunda mudança aos 19, quando Neto Baiano deu lugar a Ytalo, outro homem de frente.
Dois minutos depois, o Tigre assustou em chute forte do volante Ricardinho, que viu o goleiro Juliano dar rebote nos pés de Marcos Martins. Atento, o lateral colocou para fora, salvando o CRB.

Caio Rangel comemora o único gol da partida em Criciúma

FOTO: ASCOM CRICIÚMA E.C.

A reação veio aos 25. Martins dominou pela direita e cruzou na segunda trave. Elvis ajeitou de cabeça para a pequena área, mas o zagueiro Edson Borges fez o corte na hora ‘h’.

Dois minutos depois, foi a vez de o estreante Pedro Botelho substituir o também lateral-esquerdo Diego. O Galo, que exercia uma falsa pressão, partiu para cima nos minutos finais e ainda teve boa chance já aos 40 minutos, no último lance de efeito da partida.
Após cruzamento da esquerda, o volante Danilo Pires pegou a sobra e chutou de primeira. A bola, rasteira, passou perto do poste esquerdo do goleiro Luíz
gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com