aeea6b1b60c9b13ff49c5ec79a48a5c7_L

“Alunos da rede estadual não ficarão sem transporte”, diz secretário Luciano Barbosa

Texto de Lucas Leite e Fabiana De Mutiis

O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, reiterou, nesta quarta-feira (7), que os estudantes da rede estadual não ficarão sem transporte escolar. O contrato emergencial com a cooperativa que presta serviço em Maceió e outros 25 municípios poderá será renovado por mais três meses, para garantir o serviço.

 

A declaração foi dada durante coletiva de imprensa na sede da Vice-Governadoria,  em Mangabeiras, e contou com a presença do procurador-geral do Estado, Francisco Malaquias, e do promotor Sidrack Nascimento.

 

Em reunião com o secretário Luciano Barbosa, o promotor e o procurador permitiram a prorrogação do contrato emergencial por mais três meses.

 

“Em reunião com o Ministério Público [de Alagoas] e com a PGE [Procuradoria-Geral do Estado] decidimos preservar o direito do aluno, prezando por três pontos essenciais: leva-lo à escola, fazer com que ele permaneça e fornecer um ensino de qualidade. Em relação ao novo contrato emergencial, nós iremos fazê-lo enquanto tramita o processo licitatório, pois não podemos ficar prorrogando contratos emergenciais”, explica o secretário Luciano Barbosa.

 

Na entrevista coletiva, o secretário mostrou à imprensa os áudios divulgados pelos motoristas nas redes sociais, onde eles incitam à violência, pedindo para que os estudantes depredem a sede da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e divulgando uma falsa reunião onde o secretário teria afirmado a suspensão do transporte. Os áudios serão encaminhados ao Ministério Público Estadual.

 

Ao ser perguntado sobre o protesto realizado na manhã desta quarta-feira (7), Luciano Barbosa se diz surpreso. O gestor ressaltou ainda que a Seduc nunca se negou a realizar o transporte dos seus estudantes e não atrasou o pagamento dos transportadores.

 

“O fato me surpreendeu demais, pois nós nunca nos negamos a transportar os nossos alunos. Não temos atraso com a cooperativa. Eles são responsáveis por abrir um processo de pagamento que demora até 30 dias para ser validado e pago e consta em contrato. O mês de abril foi aberto apenas no dia 25 de maio, e será pago até amanhã [dia 8 de junho]. O mês de maio sequer foi aberto”, relata Barbosa.

agenciaalagoas.al.gov

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com