Governador Renan Filho e secretario Fabricio Santos - Foto Marcio Ferreira-Agencia Alagoas

Renan Filho enfrenta desgastes com ‘reanúncios’ de concurso em Alagoas

Não bastasse a intensa agenda pública que tem cumprido ao lado do pai, no momento turbulento em que enfrenta desgaste decorrente de novos inquéritos da Operação Lava Jato, o governador de Alagoas, Renan Calheiros Filho (PMDB), repetiu, ao meio-dia dessa quarta-feira (10), o anúncio de sua tentativa de tornar realidade os concursos já anunciados, autorizados e divulgados quase que mensalmente, desde o final de 2016, para vagas na Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Educação.

Ter três concursos na manga para “anunciar” mensalmente parece ter virado um trunfo, para quem é alvo de dois inquéritos abertos pelo ministro-relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. Mas já virou uma tática midiática arriscada, no momento em que o governador já absorve o desgaste das acusações contra seu pai e senador Renan Calheiros (PMDB-AL), em pesquisas eleitorais de consumo interno.

 

RENAN FILHO E FABRÍCIO SANTOS REFORÇAM PROMESSA (FOTO: MÁRCIO FERREIRA)

Como tem feito em diversas ocasiões, desde outubro de 2016, Renan Filho anunciou novo prazo para a publicação dos editais. Desta vez, utilizou transmissão ao vivo em suas redes sociais para declarar que vai “tentar lançar o concurso até o final do mês de maio”. Mas ampliou mais um pouco a previsão, ao alegar estar vencendo a burocracia, ao lado do titular da Secretaria do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), Fabrício Santos.

“Dito o prazo do edital [para o fim de maio], lógico que eu queria fazer uma ressalva a vocês… Existe, no Governo do Estado, muita burocracia que tem que ser superada. Mas, nós vamos superá-las, para lançar o edital até o final do mês, no máximo, nos próximos dias, no início do mês de junho. De maneira que não será no próximo ano. Não protelaremos mais o concurso. Eu quero dar sequência à promoção da paz em Alagoas”, disse Renan Filho, que de tantos anúncios feitos, começou dizendo que trabalha para lançar “em março”.

Mais de três meses depois de publicar na capa do suplemento do Diário Oficial de Alagoas de 31 de janeiro a informação de que “o edital do certame está tramitando na Seplag”, para os concursos para agentes de segurança pública e professores, o governador Renan Filho disse na transmissão que, somente nessa quarta, teria saído, “da Secretaria da Fazenda para a Seplag” uma autorização para liberar o edital, que prevê a contratação de mil policiais militares e 150 bombeiros.

PREOCUPAÇÃO COM ‘MEMES’

O governador expôs sua preocupação com “memes de internet”. E revelou que o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) será a instituição responsável pela elaboração dos certames. E detalhou que as provas serão aplicadas em dias distintos para a PM e Corpo de Bombeiros e com uma semana de intervalo entre os dois, para dar oportunidade a quem deseja se submeter às duas seleções. A idade máxima para os inscritos será de 30 anos.

“Hoje (quarta-feira) sai da Secretaria da Fazenda para a Secretaria de Planejamento a autorização para a liberação do edital. Depois disso, caberá à Secretaria de Planejamento cuidar do edital, em parceria com a Procuradoria-Geral do Estado, para que a gente possa publicá-lo”, disse o governador.

Renan Filho ainda sugeriu que deve tratar com a Cespe sobre a questão, em Brasília, nesta quinta-feira (11), mas admitiu ainda depender de entendimento por parte da Procuradoria Geral do Estado, quanto à contratação.

Sobre o edital do concurso da Educação, Renan Filho disse que as vagas, ainda não quantificadas, seriam destinadas às escolas em tempo integral. O prazo? “Em breve”.

 

 

Fonte: Diário do Poder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com