SONY DSC
SONY DSC

Perguntar não ofende: Quando será mesmo que os nossos agentes de trânsitos terão autonomia para multar?

Essa é a pergunta que não quer calar os  penedenses e que os próprios  agentes de trânsitos também temos certeza  desejam saber só que não pode dizer nada: Quando terão os blocos e às canetas nas mãos para multar? Só que não podem dizer nada. Se questiona isso, porque se acompanha os “trabalhos” desse pessoal na cidade e não é de agora que  o seu papel é limitado, porque  eles não tem alternativas de trabalho. O que se ver pelos quatro cantos da cidade são esses  agentes de trânsitos pra cima e pra baixo sem ter uma atribuição mais séria  pra exercer e é preciso ter um direcionamento para todos eles, o que não pode são eles ficarem perambulando  pra cima e pra baixo e os mesmos querendo desempenhar o seu papel verdadeiramente que é salvaguardar o trânsito da cidade no seu controle e a burocracia administrativa ou outro empecilho  não deixam.

A bem da verdade, veja o verdadeiro e autêntico papel do Agente de Trânsito  :

Compete ao Agente de Trânsito:

I – desenvolver atividades de fiscalização na zona urbana, rural;
II – prestar orientação aos motoristas, pedestres e as pessoas físicas e jurídicas que exploram atividades de transporte de cargas e passageiros em geral, inclusive coletivos e escolares no Município, principalmente quanto à segurança, obediência às normas e a sinalização de transito e transportes;
III – emitir relatório, laudos, termos, pareceres, lavrar pecas fiscais próprias do ato fiscalizador, fazer diligências, blitz diurnas e noturnas;
IV – participar de ações coordenadas de fiscalização com esferas de Poder Público;

V – realizar serviços internos e externos, inclusive informatizados, relacionados com a Administração do Sistema de Trânsito e Transportes do Município.                                                                                    Diante disso, a  pergunta é: Será, que isso já está acontecendo em Penedo? Se não, o que é que tá faltando pra a coisa funcionar a contento se  a regulamentação já foi aprovada pelos órgãos competentes?  Até quando esses profissionais do trânsito, vão ficar limitados a só organizar procissão, desfiles cívicos e tirar cone e colocar cone todas às vezes que o Governador chegar na cidade? Isso, é muito humilhante pra quem quer trabalhar e mostrar serviço.

Geraldo José

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com