71831-adoniramguerra_350x232_jpg.jpeg

“Célia Rocha deve ser processada por deixar caos na prefeitura de Arapiraca”, diz Adorinan Guerra

O empresário Adoniran Guerra concedeu uma entrevista na manhã desta quinta-feira (4) para o radialista Nelson Filho, da Rádio Novo Nordeste, e não poupou críticas a ex-prefeita de Arapiraca, Célia Rocha (PTB). Ele que atualmente responde pela Coordenadoria Geral de Aquisição de Bens e Serviços do município, disse, em um tom acalorado, que a ex-gestora deve ser processada pelo caos deixado na cidade.
Adoniran que já foi aliado da ex-prefeita e do vice-governador Luciano Barbosa (PMDB), mas segundo informações, se desentendeu com os dois após ter sido escolhido como o sucessor de Célia na administração de Arapiraca, falou também sobre a polêmica antecipação da eleição da Mesa Diretora da Câmara do município para o biênio 2019/2020. Para ele, há alguma coisa escondida no pleito para que seja mantida a oposição ao prefeito Rogério Teófilo (PSDB): “atos como esse nos causa estranheza e parece que querem fazer picuinha com a atual gestão”.
Guerra participou da administração de Célia Rocha exercendo o cargo de superintendente da SMTT nos primeiros anos de mandato. Ele comentou sobre sua participação na gestão e ressaltou que entendeu a necessidade de a população mudar o gestor do município. “Participei da gestão da Célia, votei nela três vezes, apoiei a candidatura dela a deputada federal, mas entendi que o trabalho dela a frente da prefeitura tinha chegado ao limite. A última gestão dela foi um fracasso. Ela deixou duas folhas atrasadas e só não deixou mais por conta dos recursos do Fundeb e da repatriação, pois se não a ex-prefeita teria deixado sete ou oito folhas atrasadas”.
De acordo com o empresário, a imprensa e a oposição não vêm deixando o prefeito Rogério Teófilo trabalhar. Ele defendeu o início da gestão do tucano e disse que o gestor está sacrificando o governo para acabar com o caos deixado por Célia Rocha. “Teófilo assumiu as folhas atrasadas deixadas pela ex-prefeita e acabou comprometendo o custeio dos primeiros meses pra pagar as dívidas da administração da Célia. Não sacrificaria meu governo pelo débito que ela deixou. Quem ficou devendo foi ela. Celia deixou 700 comissionados. Há diversas irregularidades que estão sendo apuradas na auditoria e a Célia deve ser processada”.
Em outro ponto da entrevista, Adoniran Guerra lembrou um contrato deixado pela ex-prefeita com uma empresa de limpeza. Para o ex-aliado de Luciano Barbosa, esse convênio precisa ser investigado por apresentar indícios de irregularidades.   Guerra também falou como foi procurado pelo prefeito Rogério Teófilo  e que não deve ficar por muito tempo na gestão. “Inicialmente, Rogério me procurou, mas eu não aceitei por entender que já tinha feito muito por Arapiraca. Mas num segundo momento ele voltou a me procurar preocupado com a licitação e aí eu o ajudei. Mas não vou ficar por muito tempo não, pois tenho um projeto fora do país e ficarei vindo poucas vezes no Brasil”.
O empresário comentou também sobre a atuação do governo de Renan Filho (PMDB). Para ele diante do contexto da crise financeira que o país vem vivendo, a administração do governador está na média nacional. Adoniram também destacou o trabalho dos deputados estaduais que representam o município na Assembleia Legislativa, Rodrigo Cunha (PSDB), Ricardo Nezinho (PMDB) e Severino Pessoa (PSC).

7segundos

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com