Brasília - O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal do Paraná, defendeu hoje (4), na Câmara, a revisão das penas mínimas aplicadas em casos de corrupção (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal do Paraná, defendeu hoje (4), na Câmara, a revisão das penas mínimas aplicadas em casos de corrupção (José Cruz/Agência Brasil)

Sergio Moro remarca depoimento de Lula para 10 de maio

Agora é oficial. O juiz federal Sérgio Moro remarcou para 10 de maio o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A oitiva ocorreria em 3 de maio, mas por um pedido da Polícia Federal, acabou adiada. O novo encontro ocorrerá a partir das 14h.

A decisão de Moro foi publicada no sistema da Justiça na manhã desta quarta-feira. Segundo a PF, o pedido para o adiamento ocorreu para que houvesse mais prazo para realizar as tratativas com órgãos de segurança e de inteligência, já que há receio de protestos no local.

A oitiva é sobre o processo que trata do suposto pagamento de propina por parte da empreiteira OAS a Lula. De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), a construtora entregou ao petista um imóvel no Guarujá em troca de serviços para beneficiar a empresa.

O imóvel não está no nome do petista e, no papel, pertence à OAS. Em sua delação, o ex-presidente da empreiteira José Ademário Pinheiro Filho, o Leo Pinheiro, garantiu que o apartamento é da família de Lula e que nunca foi colocado à venda.

Lula nega a posse do imóvel e qualquer irregularidade junto à OAS.

 

Fonte: Diário do Poder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com