Federação aguarda clubes para definir presença de duas torcidas no clássico

Diante do acordo firmado entre Tribunal de Justiça de Alagoas, Ministério Público Estadua, Polícia Militar, Secretaria de Segurança Pública e Federação Alagoana de Futebol (FAF), o “Clássico das Multidões” deve ser realizado com torcida única do mandante. No próximo domingo, CSA e CRB se enfrentam, com mando de campo do time azulino, mas o clube regatiano tentará reverter na justiça o cenário, garantindo assim a sua cota de torcedores.

Segundo informações, o CRB já acionou o seu departamento jurídico para buscar o direito de ter os seus 30% de torcedores no clássico. O CSA terá 70% por ser o mandante da partida que acontece no domingo, às 16h00 no Rei Pelé.

Se o clube alvirrubro pretende garantir a presença dos seus torcedores, o CSA já sinalizou que pretende atender o acordo firmado e manter torcida única, ou seja, todos os torcedores serão do time do Mutange.

Diante do impasse entre as equipes e ainda sem posicionamento oficial dos órgãos competentes, a Federação Alagoana de Futebol acompanha a situação. De acordo com o presidente Felipe Feijó, a ideia é acatar uma ideia em comum.

“Sempre disse que sou a favor das duas torcidas. Acho que proibir não é a solução. Mas, é uma decisão das autoridades, os clubes acataram e por isso, vamos aguardar uma decisão que envolva todas as partes”, afirmou.

CSA e CRB se enfrentam neste domingo, às 16h00 no Estádio Rei Pelé. Este será o quinto clássico entre as equipes, com dois empates e uma vitória para cada lado. No Hexagonal, o CRB lidera com seis pontos, enquanto o CSA é o quarto com três pontos ganhos.

minutoesportes

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com