depositphotos_4482321-stock-photo-long-grain-rice-in-burlap

Combate às doenças do arroz é tema de capacitação da Codevasf em projetos irrigados de Alagoas

Técnicos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e da Emater/AL estão recebendo treinamento sobre doenças fitopatológicas como estratégia para o controle das principais doenças que atingem a cultura do arroz no Baixo São Francisco alagoano. A iniciativa integra as ações de capacitação continuada para as equipes de assistência técnica e extensão rural (Ater) que prestam serviços nos projetos de irrigação mantidos pela Codevasf no estado.

Nesta semana, foi realizado o segundo módulo do curso que foi ministrado pela fitopatologista Valácia Lobo, da Embrapa Arroz e Feijão. As atividades da capacitação vêm sendo realizadas no auditório da Codevasf em Penedo, onde os participantes recebem informações teóricas, e em um lote experimental no Projeto de Irrigação Itiúba, em Porto Real do Colégio (AL), para realização das atividades de campo.

Neste módulo, os técnicos da Codevasf e da Emater/AL visitaram um experimento onde são cultivadas diversas variedades de arroz, e onde são realizados os testes para verificar sua capacidade de resistência a doenças. Eles também conheceram lotes de agricultores irrigantes do projeto de irrigação Itiúba para verificar in loco a ocorrência de doenças, especialmente a brusone e a mancha parda, as que mais afetam a produção e produtividade dos cultivos.

Outras capacitações já estão programadas como forma de aperfeiçoar a cultura do arroz no Baixo São Francisco, uma atividade tradicional da região. “Esse último módulo é sobre doenças. Nas próximas atividades iremos tratar sobre pragas e, também, acerca da adubação e sobre manejo de irrigação, ou seja, uma série de módulos que visam capacitar e atualizar os técnicos de Ater tanto da Codevasf e da Emater/AL. É importante que eles estejam atualizados para que possamos oferecer uma assistência técnica de qualidade que aumente a produtividade do arroz no Baixo São Francisco”, apontou Pedro Melo, coordenador da equipe de Ater dos Projetos Públicos de Irrigação da Codevasf, em Alagoas.

A série de capacitações, com foco na rizicultura, foi iniciada no mês de março para atender a uma estratégia de atualização permanente das equipes que atuam nos projetos de irrigação da Companhia em Alagoas. A expectativa dos técnicos da Codevasf é que os treinamentos tragam reflexos positivos na safra de arroz com aumento na produtividade, melhoria na qualidade do grão, dentre outros benefícios.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com