71e0c8af-61c7-4565-8547-f2cec8150930

Alagoas registra 600 mortes no primeiro trimestre do ano, aponta SSP

O Boletim Mensal de Estatísticas Criminal de Alagoas, elaborado pela Secretaria de Segurança Púbica (SSP) aponta que houve aumento no número de mortes no mês de março de 2017 se comparado a anos anteriores. Entretanto, houve uma pequena redução no número de crimes registrados entre janeiro e março deste ano.

Ao todo, foram registrados 196 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no mês de março. Em janeiro foram 206 e em fevereiro 198, um total de 600 homicídios no primeiro trimestre do ano, uma média de 6,67 mortes por dia.  O número é maior do que o de anos anteriores. No primeiro trimestre de 2015 foram registradas 512 mortes e em 2016 foram 472 homicídios.

Quando se compara os números dos anos de 2015 e 2016, em março deste ano foram registradas mais mortes. Em 2015 foram registrados 158 homicídios e no ano pasado 171 mortes.

De acorco com a SSP, em Maceió foram registrados 74 crimes em março deste ano, um número bem maior do registrado em 2015 e 2016, quando houveram 43 e 39 mortes, respectivamente. No primeiro trimestre, foram registradas 225 CVLIs, uma média de 2,5 homicídios por dia na capital.

A maior parte desses crimes foram cometidos por arma de fogo (PAF), um total de 78,3%, seguida de arma branca, 9,8%, e espancamento, 6,3%.

Já em Arapiraca houve um aumento no número de homicídios registrados em março. Foram 19, enquanto em janeiro foram registrados 11 e em fevereiro 15. Rio Largo aparece como a terceira cidade com mais crimes registrados. Em março a SSP registoru sete mortes.

ONG fala em redução de homicídios em Maceió

Na semana passada o governo do estado divulgou dados levantados pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, que apontou que a redução da taxa de homicídios em Maceió por grupo de 100 mil habitantes, nos últimos três anos, foi de 28,98%. Os dados referem-se ao apanhado de 12 meses.

O relatório apontou que a capital alagoana saiu do 18º lugar em 2015 – início do governo Renan Filho – para a 25ª posição em 2016, se afastando do topo do ranking negativo.

cadaminuto

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com