496 assassinatos em 2017 até hoje em Alagoas, chegaremos aos 500 amanha, e o que as autoridades estão fazendo para evitar isso?

Em um momento de crise econômica no país e muita decadência moral, a sociedade alagoana assiste incrédula a escalada da violência, em Coruripe, Jaciara Nicácio de 31 anos que estava desaparecida desde a última quinta-feira  quando deixou o trabalho por volta das 17h30, foi encontrada morta  com requintes de crueldade,  Jaciara era solteira e deixa duas filhas, uma de 4 e outra de 12 anos.

Jaciara é mais uma que entra para as estatísticas de violência em nossa querida Alagoas terra dos Marechais.

whatsapp_image_2017-04-02_at_11.30.05

Jaciara Nicácio uma jovem linda e cheia de viva foi abatida pela violência cruel que assola nosso Estado, que Deus em sua infinita misericórdia lhe acolha em seus braços nesta sua nova morada.

Neste ano da graça de nosso Senhor Jesus Cristo são, segundo o site www.alagoas24horas.com.br ,  onde  escrevo este post, 496 assassinatos em 2017, não sou adivinho, mas acredito que chegaremos aos 500 amanha.

Indiferentes à violência indiscriminada que toma conta do país os governantes ainda não se aperceberam ou não querem se aperceber do mal que se alastra por todos os cantos e não fazem o que é necessário para deter esta violência que, como um tsunami, vem numa onda crescente sobre toda sociedade  atingindo a todos indiscriminadamente.

A indiferença das autoridades brasileiras no quesito segurança pública é tamanha que a violência bate a porta dos mais abastados e, como sempre, continua invadindo as casas dos menos afortunados atingindo o cidadão durante sua ida ou volta do trabalho; nas ruas, nos transportes públicos, particulares, no local de lazer e dentro de suas casas a qualquer hora do dia ou da semana.

Enfim, a violência esta liberada, esta institucionalizada.

O exemplo claro desta institucionalização são os frequentes roubos, assaltos e sequestros seguidos de morte à luz do dia, de trocas de tiros entre facções na luta por conquistas de ocupações de morros e localidades pelo controle de drogas e nos conflitos diários com a polícia que parece estar perdendo a batalha com muitas baixas de militares em seus quadros.

Enquanto as muitas Jaciaras brasileiras morrem vítimas da violência de cada dia, o controle do país esta sendo disputado, a tapas, em Brasília, pelos políticos de plantão que são os verdadeiros culpados pelo caos da segurança pública de nosso país e nada fazem para minimizar este clima de tensão que vive nossa sociedade.

lavagem-de-dinheiro

Afinal, eles, os políticos, tem seus filhos e netos protegidos atrás das masmorras de suas belas e confortáveis casas, em ruas protegidas por segurança militar e privada vinte e quatro horas, quando não os levam para morar fora do país para desfrutar da segurança de países desenvolvidos.

Por essas e outras é que não tem motivos, pelo menos por enquanto, para se preocuparem com um problema que esta longe de atingir a ele e/os seus.

Vamos em frente.

Para concluir e também nossa reflexão vejam isto:

O Brasil gasta anualmente cerca de 6% do PIB com segurança.

Vale dizer, gastamos o mesmo com educação.

Pior é que não temos nenhum dos dois, pois como em tudo em que se mete, o Estado gasta muito e mal.

Ou seja, é uma situação calamitosa ao extremo.

Um verdadeiro poço sem fundo.

alagoas24horas

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com