whatsapp_image_2017-03-19_at_12.58.10

Semana da Água alerta para uso consciente e preservação em Alagoas

Diante dos problemas relacionados aos recursos hídricos, a Semana da Água em Alagoas alerta para a necessidade do uso consciente e da preservação. A abertura aconteceu na manhã deste domingo (19), com atividades na orla de Maceió.

Um espaço com tendas da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Instituto do Meio Ambiente (IMA) e Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) foi montado na Rua Fechada para atividades de conscientização.

No local foram apresentados os programas hídricos desenvolvidos no estado, além de debate sobre monitoramento dos rios que vem sendo realizado pela Sala de Alerta da secretaria e exposição do Instituto Biota.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e recursos Hídricos, Alexandre Ayres, disse que a semana busca uma reflexão da sociedade a respeito de problemas relacionados à crise hídrica. “O que a população precisa entender é que a política ambiental não é feita apenas com o trabalho do poder público. A gente precisa cada vez mais do protagonismo da sociedade, cada um fazendo a sua parte” disse.

Secretário Alexandre Ayres disse que as atividades buscam uma reflexão da sociedade (Foto: Carolina Sanches/G1)Secretário Alexandre Ayres disse que as atividades
buscam uma reflexão da sociedade
(Foto: Carolina Sanches/G1)

Ayres destacou o problema que o estado vem enfrentando com relação a seca. “Nós estamos no sexto ano consecutivo de redução da média de chuvas. E muito preocupante a situação. Não temos previsão a curto prazo de chuvas e acreditamos que somente no mês de maio para julho teremos chuvas, mas ainda abaixo da média”, falou.

O secretário disse que não se pode depender apenas das águas das chuvas. “A gente tem que conscientizar a população preservar os mananciais, recuperar as nascentes e as matas ciliares. A gente não vai conseguir resolver o problema da seca se ficarmos dependendo somente das águas das chuvas. É preciso conscientizar a população e investir em planejamento”, expôs.

No espaço montado pelo Biota foi feita uma exposição que levou ossos de animais, carcaças e outros itens importantes para o trabalho de conscientização. O diretor executivo do Instituto, Bruno Stéfanis, disse que essa medida é para chamar a atenção sobre os males que podem ser causados aos animais pela poluição no mar.

“É importante destacar que esse trabalho de conscientizar a população sobre não jogar lixo deve ser feito junto com uma ação que fiscalize grandes crimes ambientais cometidos, como o descarte irregular de esgoto”, disse Stéfanis.

Coleta de lixo
Dentre as atividades realizadas neste domingo estava o encerramento do projeto “Nossa Praia’, uma iniciativa do IMA que acontece durante a temporada do verão para sensibilizar banhistas e comerciantes sobre boas práticas ambientais.

Integrantes do grupo de escoteiros Desbravadores, que conta com crianças e adolescentes de vários bairros de Maceió, promovera a coleta de lixo na praia. “É muito importante preservar o meio ambiente. Aprendemos muita coisa hoje”, destacou a estudante Laís Carvalhos, 9, que participa do grupo.

A programação da Semana da Água termina dia 31 com a entrega da Comenda Guardião das Águas. Palestras em universidades, debates e apresentação sobre o desenvolvimento dos programas hídricos constam no cronograma de ações elaboradas pela Semarh, IMA e Casal.

Grupo de escoteiros Desbravadores participou das atividades na orla de Maceió (Foto: Carolina Sanches/G1)Grupo de escoteiros Desbravadores participou das atividades na orla de Maceió (Foto: Carolina Sanches/G1)
G1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com