ricardomota

Santoro aponta problema na Reforma da Previdência sem estados e municípios

O secretário George Santoro, da Fazenda, montou barraca em Brasília, onde o Congresso Nacional tem trabalhado como nunca, seguindo as determinações temerárias.

Sobre a mudança na proposta original da Reforma da Previdência, tirando estados e municípios do projeto, Santoro aponta um problema central:

– O risco é de não termos um sistema harmônico, com diferenças entre estados e município e também relação à União. Um servidor que transitou de uma esfera para outra, ou saiu da iniciativa privada, vai ter dificuldades na hora de se aposentar.

A alternativa?

“Tentar um entendimentos entre os governadores para que haja uma base comum, regras as mais semelhantes possíveis, entre os estados”.

O secretário explicou que o projeto que tramita no Congresso não afetaria muito a vida dos estados, “porque o maior impacto é com os militares. Mas eles já estavam fora da reforma”.

As diferenças vão se acentuar a partir de agora, se não houver um entendimento conjunto dos governadores:

– Vamos tentar encaminhar esta discussão pelo Conselho de Secretários da Fazenda (Confaz).

Sobre reajuste dos servidores:

“Estamos esperando uma definição do teto para os gastos, a ser estabelecido pela União. O governador já decidiu que vai dar o reajuste este ano, mas o percentual ainda não está definido. Só podemos conceder um aumento que nós possamos pagar”.

blog.tnh1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com