17571714_982984685172056_661965607_o

Obras paradas na orla ribeirinha de Penedo deixam sujeiras e gramas praticamente perdidas

“Começa, pára, pára começa”, esse é o lema das obras realizadas no coração do comércio penedense e da orla ribeirinha. Uma obra que tem tudo para ficar bonita, mas parece que a falta de compromisso com os seus trabalhadores em termos de pagamento leva a torná-la feia.  O nosso Portal de noticia tem acompanhado diariamente todo desenrolar  dessas famigeradas e inacabadas obras no centro comercial  e na orla de Penedo.

É muito transtorno e sofrimento para o comercio penedense que já não vende nada ainda mais numa situação toda dessa. É um abre, abre danado de buracos, é um quebra, quebra de calçadas, é o povo caindo e se acidentando nessas pedras folgadas e nesses espaços abertos, é erro de projeto de um lado, é erro de projeto de outro. Haja paciência da população.

O pior de tudo é que se está gastando muito recursos públicos federal. Muito, não é pouco não e muitos materiais perdido com esse quebra, quebra e abre e fecha. As pergunta que não querem calar : Cadê o planejamento dessas obras?  Quem arquitetou?    Quem acompanha e cobra? Cadê o IPAHAN e  Câmara de Vereadores que deveriam está no dia a dia  dessa obras. Será que vamos enfrentar mais uma Festa de Bom Jesus com aquela região toda desordenada, bagunçada.

As obras da Orla entre o Restaurante o Oratório até o Bar do Zezinho e do Caveirinha estão paradas. Sabem por quê? perguntes aos trabalhadores! Pagamento atrasado. Tem gente já colocando na justiça! Às gramas  todas se acabando, queimadas! Tinha um funcionário da firma que zelava daquele local, daquela grama o dia todo! A grama era verdinha, atrasaram o pagamento do cidadão o mesmo não foi mais. Isso, são recursos federais devem ser bem empregados e aplicados a bem do seu verdadeiro dono a população.

Geraldo José

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com