3fc2cd9d-388d-451c-882c-7044ac692aca

Em disputa histórica e acirrada, Luiz Dantas é reeleito presidente da ALE

Contrariando as expectativas, toda a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (ALE) será renovada na eleição que ocorre na tarde desta terça-feira, 01, exceto o cargo de presidente,  já que Luiz Dantas foi reeleito em uma histórica segunda votação, após uma disputa acirrada com Bruno Toledo (PROS). A cobiçada primeira secretaria ficará com o deputado Marcelo Victor.

Na primeira votação, o placar ficou o seguinte: Dantas obteve 13 votos; Toledo, 12; e Rodrigo Cunha, um voto. O tucano se apresentou como alternativa para modificar a forma negativa como a Casa é vista pela sociedade.

Como nenhum dos três obteve maioria absoluta de 14 votos, uma nova eleição foi feita apenas entre os dois mais votados, ficando Dantas com 15 votos e Toledo com 11.

Diante do burburinho de “traição” envolvendo apoiadores dos dois lados, alguns dos deputados fizeram questão de revelar o voto, tudo para escapar da pecha de “traidor”.

Segundo funcionários da Casa, uma segunda votação para o cargo de presidente não ocorre há pelo menos 30 anos. Outros, creem que isso nunca ocorreu na história do legislativo estadual.

A nova Mesa Diretora será composta por Francisco Tenório (vice-presidente); Galba Novaes (2 vice-presidente); Dudu Hollanda (3 vice-presidente); Marcelo Victor  (1 secretário); Severino Pessoa (2 secretário); Jairzinho Lira (3 secretário); e Davi Davino (4 secretário). Os suplentes são Marquinhos Madeira e Thaíse Guedes.

Surpresa

Em entrevista à imprensa entre uma votação e outra, o líder do governo na Casa, deputado Ronaldo Medeiros (PMDB), vice-presidente, demonstrou surpresa com o “empate” entre Dantas e Toledo. Ele contou que estava afastado da disputa e soube apenas hoje da nova composição da Mesa.

Apesar de ter dado a entender que houve um “acordo” para que o atual presidente fosse reeleito encabeçando uma chapa totalmente nova, Medeiros não quis falar em traição: “Preferi ficar distante das disputas”

Já Rodrigo Cunha avaliou que a disputa de hoje mostrou um PMDB dividido na ALE.

Votações

Em duas votações secretas, a eleição acontece primeiro para o cargo de presidente e, em seguida em bloco para os demais cargos.

A antiga Mesa Diretora era composta por Luiz Dantas e Ronaldo Medeiros, ambos do PMDB, respectivamente na presidência e primeira vice-presidência; Isnaldo Bulhões (PMDB) na primeira secretaria e Edval Gaia (PSDB) na segunda.

cadaminuto.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com