0c17349cd7e3547359c6f875fb4366af_L

Governo lança sistema de gestão que coloca AL à frente de estados do País

Texto de Cadu Epifânio e Sâmia Laços

Alagoas deu passo significativo no aperfeiçoamento tecnológico na manhã desta sexta-feira (27) com o lançamento pelo governador Renan Filho do projeto de implantação do Siafe Alagoas, novo sistema que integra todos os procedimentos orçamentários, financeiros e contábeis do Estado.

 

A partir de agora, todos os pagamentos de tributos, guias e afins entram diretamente no sistema financeiro do Estado, o que era feito manualmente com o antigo programa. O Sistema Integrado de Administração Contábil e Financeiro (Siafe) permite ainda o controle social feito pela população, otimizando os gastos públicos.

 

O Siafe Alagoas, que acompanha o que há de mais moderno na contabilidade pública, chega como substituto do atual Siafem – utilizado desde a década de 80 –  e inaugura uma nova cultura na gestão pública estadual, tendo como base princípios de integração, eficiência, transparência e modernização que coloca Alagoas à frente de estados brasileiros que já utilizam a tecnologia.

 

O sistema foi apresentado aos gestores e servidores estaduais durante solenidade realizada no Teatro Gustavo Leite, com o intuito de sensibilizar todos os colaboradores acerca da importância da participação de cada um neste processo de mudança.

 

 

“É uma obra que não se vê. Com esta nova sistemática vamos acompanhar todo o processo administrativo, desde o planejamento do orçamento até o pagamento da obra, do serviço, da política pública. Vai garantir a informatização de todos os sistemas e, sobretudo, acesso do cidadão às informações do Estado”, ressaltou o chefe do Executivo estadual.

 

Além de ser um programa mais ágil e transparente, Amapá, Espírito Santo, Piauí e Rio de Janeiro amadureceram o sistema, fornecendo ferramentas para a rápida tomada de decisões por parte do gestor. Gerando, inclusive, interação entre as pastas.

 

Segundo o Ministério Público Federal, Alagoas é o segundo Estado da Federação com maior índice de transparência e a nova ferramenta dará maior racionalidade do gasto público, maior eficácia e qualidade de informação.

 

Com a implantação do Siafe, Alagoas entra na vanguarda da ciência, tecnologia no uso dos recursos públicos na prestação de contas à comunidade.

 

Santoro: “Será uma nova rotina de trabalho”

“A apresentação inicial busca fazer com que os servidores participem ativamente da implantação dessa mudança que não se limita somente ao sistema, mas às rotinas de trabalho que darão lugar a uma nova gestão pública em Alagoas, com novos processos que tornarão a tomada de decisão mais eficiente”, esclareceu o secretário de Fazenda, George Santoro.

 

 

A iniciativa de modernização da gestão coloca Alagoas à frente de estados brasileiros que já utilizam a tecnologia. Isso porque, explica o especialista em contabilidade pública Paulo Henrique Feijó, o sistema pega experiências dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, tornando-se um dos mais modernos do país e fortalecendo mecanismos de unificação do caixa e de ganho de produtividade.

 

No entanto, Feijó frisa que aliado à tecnologia deve estar o interesse em melhorar e corrigir processos de gestão. “É como mudar de casa e não carregar os vícios ruins da casa antiga para a nova. A mudança de cultura é crucial e temos visto o interesse de Alagoas em desenvolvê-la”, relatou.

 

Implantação

 

O processo de implantação será desenvolvido ao longo de 2017 para que o sistema possa funcionar a partir de 2018. O procedimento será dividido em quatro etapas básicas, com a primeira iniciada em fevereiro, quando o sistema será adaptado com a preparação dos ambientes do projeto, definição e gerenciamento do escopo.

 

A partir de março, a equipe técnica dá início à segunda fase que inclui desenvolvimento, refinamento e integração. A fase será continuada a partir de maio, quando a etapa de integração se estende a todos os sistemas, incluindo a importação da Receita e o Portal da Transparência.

 

Paralela a estas três etapas, será desenvolvida a migração e consolidação dos dados e, em agosto de 2017, os servidores começam a receber treinamentos.

 

O especialista responsável pelo sistema, Wallace Maia, destaca que a capacidade de integração com outros sistemas de gestão, o Siafe elimina a necessidade de determinadas intervenções humanas, minimiza erro e aumenta a eficiência, ao tempo em que diminui custos com a gestão em si.

 

“Em tempos de crise, a redução de custos para a máquina administrativa é imprescindível, ainda mais quando somada ao aumento da eficiência”, frisou o especialista.

agenciaalagoas.al.gov

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com