Após ser condenado a 14 anos de prisão, ex-policial volta a ser preso por porte ilegal

Investigado em vários crimes e condenado a 14 anos de prisão pelo assassinato do instrutor de artes marciais Marcos Antonio Dias Alves, o Marcos Karatê, crime ocorrido em agosto de 2007, em Jatiúca, o ex-policial civil Miguel Rocha Neto, 41, voltou a ser preso neste sábado, 7, acusado de porte ilegal de arma de fogo.

ArquivoMiguel Rocha na época em que cumpriu pena

Miguel Rocha na época em que cumpriu pena

alagoas24horas

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com