goleiro

Follmann volta a ser entubado e pode ter amputação maior; Ruschel perto de deixar UTI

O novo boletim dos sobreviventes do trágico acidente aéreo com o avião da Chapecoense não teve notícias tão boas quanto o esperado para os quatro sobreviventes. Ou pelo menos para três deles, já que Alan Ruschel deu ‘dois passos importantes’ em sua recuperação e está até perto de deixar a UTI.

Ruschel se levantou da cama como já era esperado, se sentou em seu leito e até se levantou e caminhou. Se sua situação se manter bem, é possível até que ele deixe o hospital nesta quarta.

O problema é que as situações de Jackson Follmann, Neto e Rafael Henzel não estão muito melhores.

Para Follmann, são até piores. O goleiro teve uma pequena recaída, precisou ser entubado mais uma vez e pode até ter uma amputação maior de sua perna direita.

Ele teve uma necrose maior nos tecidos da perna – que já estava amputada do joelho para baixo. Com isso, precisou fazer um procedimento para retirar esse ‘tecido morto’. Os médicos já avisaram que, se for o caso, ele terá uma parte maior do membro cortada.

Segundo as novas informações, o próprio Follmann está consciente disso, apesar de mais uma vez estar respirando com a ajuda de aparelhos.

Rafael Henzel teve também uma pequena melhora. Ele de fato se sentou no leito, mas, ao contrário de Ruschel, não pode se levantar porque ainda tem uma fratura no pé. Além disso, seu estado inspira um pouco mais de cuidados porque ele ainda tem uma pneumonia.

Quem segue em condição mais crítica é Neto. O zagueiro sequer deixou de respirar por aparelhos até agora. E, segundo os próprios médicos, ele é o único dos quatro que ainda ‘luta mais pela vida’ ainda.

Além de enfrentar uma pneumonia, Neto tem uma fratura na 5ª vértebra e também uma ferida na perna esquerda que inspira cuidados. Nesta terça, um procedimento já limpou essa ferida e não encontrou sinal de infecção. Mas esse procedimento deve ser repetido na quarta.

Também nesta quarta, Rafael Henzel deve passar por uma cirurgia para fixação do osso de seu pé. E Follmann seguirá em acompanhamento para saber se precisará de uma amputação maior.

msn

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com