Renan Filho anuncia redução da carga tributária em Alagoas

Texto de Cadu Epifânio 

O governador Renan Filho participou, nesta quinta-feira (24), da reunião ordinária da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea). O gestor apresentou o que tem sido feito pelo Governo para que Alagoas siga crescendo em meio à crise econômica pela qual passa o país. A novidade na reunião foi o anúncio de redução da carga tributária alagoana em breve.

 

Ao setor produtivo alagoano, Renan Filho expôs os avanços da gestão estadual em áreas primordiais. A presença do chefe do Executivo alagoano na reunião serviu, acima de tudo, para debater a agenda econômica do Brasil, do Governo do Estado e União. O debate foi produtivo e gratificante. Sugestões de incentivos e programas foram apresentados.

“Precisamos sempre conversar, e este protagonismo que a Federação exerce deve ser exercitado sempre. Colabora bastante com o Estado de Alagoas”, justificou o governador.

 

Renan Filho apresentou a recuperação fiscal do Estado, ressaltando que o mês de novembro registrou a menor inflação dos últimos anos. Ele apresentou gráficos que expuseram a receita de pessoal versus despesas com pessoal. “Devemos crescer a receita e diminuir despesas. É isto que estamos procurando fazer”, explicitou.

 

Na apresentação, a contenção de despesas entrou no debate e Renan Filho enfatizou que a dívida pública está sendo enfrentada no sentido de diminuir o seu estoque – os R$ 55 milhões por mês pagos à União -, que está suspenso por liminar.

 

Nesta vertente, o governador apresentou o esforço em diminuir os gastos públicos, como a redução de 14% dos valores gerais de contratos, enxugamento da folha de pessoal em 30%, redução da frota, contratos, telefonia e combustível.

 

Em paralelo, o gestor comentou sobre a implantação de substituição tributária em diversos produtos, atualização das pautas fiscais, auditoria de quem sonega mais e anunciou uma medida fiscal arrojada. Renan Filho confirmou que impostos estaduais devem cair, a exemplo do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

 

“Isso é diferente. Vamos reduzir a carga tributária. Estamos criando essa condição de reduzir imposto. Subimos quando tínhamos que subir e vamos baixar quando for necessário”, ressaltou o governador. Ele lembrou ainda que a análise do Tesouro Nacional e do Banco Central ranqueou Alagoas como o segundo melhor desempenho fiscal do Brasil.

 

Investimentos

 

O governador Renan Filho deixou claro que é preciso que o setor privado faça um pacto no sentido de priorizar investimentos que beneficiem diretamente o alagoano. Entre os projetos divulgados para o segmento constam as Parcerias Público-Privadas de saneamento, segurança (presídio do Agreste e mais dois pra licitar), da saúde, do porto, do ramo tecnológico, conclusão do IML, modernização da rede escolar, hospitais regionais e na capital.

 

A renovação dos incentivos fiscais para a empresa Fika Frio foi formalizada nesta quinta-feira (24).

agenciaalagoas.al.gov

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com