775076c3-7805-4c70-b2ba-cbdc0e19d30f

Policiais civis mostram os números da violência à população

Dando continuidade ao calendário de eventos, antes da votação do indicativo de greve geral, que está agendado para segunda-feira, dia 07, policiais civis realizaram uma vigília na frente do Palácio de Governo. O ato, que ocorreu nesta quinta-feira, dia 03 foi para cobrar audiência com o governador Renan Filho.

Os participantes estivera adesivando veículos e distribuindo panfletos com o que a categoria alega serem “os verdadeiros números da violência em Alagoas, que o governo do Estado tenta esconder”, informou a assessoria de Comunicação do Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol).

O adesivo “Governo sem palavra, povo sem segurança” denunciou o número de 3.175 homicídios em apenas 21 meses. Também foram distribuídos os cartazes “Lista de Maldades do Governo de Alagoas”.

O presidente do Sindpol, Josimar Melo, ressalta que a categoria aguarda a proposta do governo do Estado.

Na próxima segunda-feira (07), uma assembleia geral foi convocada tendo com auta o indicativo de greve, no auditório dos Urbanitários, a partir das 13 horas.

Na assembleia, os policiais civis avaliarão a mobilização pelo reajuste do piso salarial e o cumprimento da pauta de reivindicações que contém 23 itens. Entre os principais, a revisão do Plano de Cargos, Carreira e Subsídios (PCCS), o pagamento de risco de vida e de insalubridade, o fim do desvio de função que é a custódia de preso, o plano de saúde mantido pelo Estado, entre outros. Até o momento o Governo de Alagoas não concedeu nenhum dos itens à categoria.

cadaminuto.

*Com Ascom/Sindpol

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com