53288cda-5ff3-460a-98f0-3aa7a026a79c

Após discussão, sargento da PM ameaça atirar em colega de farda

Neste sábado (05), um sargento da Polícia Militar (PM) efetuou disparos de arma dentro de um clube da Associação de Cabos e Soldados (ASC), no bairro de Guaxuma.

De acordo com relatos, o sargento teria discutido com a esposa do presidente da Associação, e com o diretor de plantão. Após a discussão, Adilson Moreira dos Santos teria ido ao banheiro com uma arma de fogo em mãos, quando a colega, identificada como Sandra Marcia de Albuquerque Rocha, o seguiu e tentou convencê-lo de largar a arma. Adilson se recusou e apontou a arma para a colega, que se abaixou no momento em que ele efetuou o disparo. Segundo a assessoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o tiro não chegou a atingir Sandra.

Militares do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), foram chamados para atender a ocorrência onde o sargento acabou preso. Sandra prestou depoimento na Central de Flagrantes I e não foi atingida por nenhum tiro, mas está em estado de choque. O sargento, após ser ouvido foi encaminhado para o presídio militar.

Por meio de nota, o secretário de Segurança Pública, Lima Júnior e o coronel Marcos Sampaio, se posicionaram sobro o ocorrido e reiteraram a confiança no trabalho da tropa e asseguraram que todas as providências foram adotadas de imediato.

Confira abaixo a nota na íntegra:

O secretário de Segurança Pública, Lima Júnior, e o comandante-geral da Policia Militar, coronel Marcos Sampaio, mediante ocorrido na manhã deste sábado (5), no Clube dos Cabos e Soldados, em Guaxuma, Maceió, reiteram voto de confiança à tropa sem permitir que fatos isolados tomem proporção generalizada atingindo a imagem de homens e mulheres que, diariamente , vestem a farda e cumprem a missão de defender a sociedade alagoana.

O secretario Lima Junior e o coronel Marcos Sampaio afirmam ainda que, ao tomarem conhecimento dos disparos efetuados pelo sargento Adilson Pereira contra a cabo Sandra Márcia, todas as providências foram adotadas imediatamente e o caso será investigado como manda a lei, cabendo as punições necessárias.

Com 7 Segundos*

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com