14654863241465482066feijao

Acusado de participar da morte de Eric Ferraz vai a júri nesta quarta-feira (9)

O crime ocorreu durante festa de Réveillon em Viçosa. De acordo com a denúncia do Ministério Público (MP/AL), a vítima foi baleada após desentendimento com os irmãos Judarley e Jaysley Leite de Oliveira. Durante a confusão, uma mulher também chegou a ser atingida, mas sobreviveu ao ferimento.

Judarley seria julgado na Comarca de Viçosa, mas o júri foi desaforado para a Capital em junho deste ano, após decisão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL). O julgamento será presidido pelo juiz John Silas da Silva, titular da 8ª Vara Criminal de Maceió.

Outros júris

Outros seis julgamentos devem ser realizados no interior do Estado, nesta quarta-feira. Em Arapiraca, está pautado para as 8h o júri de Amadeus Rodrigues da Silva, acusado de tentar matar a facadas José Adriano da Silva. O crime ocorreu em maio de 2013, no presídio Desembargador Luiz de Oliveira e Silva. A sessão terá à frente o juiz Jandir de Barros Carvalho.

Em Palmeira dos Índios, às 9h, haverá o julgamento de José Vieira da Silva, acusado de tentar matar a ex-esposa, Luciene da Silva, em abril de 2013. De acordo com a denúncia, o réu desferiu golpes de tesoura na vítima. A sessão será presidida pela juíza Carolina Sampaio Valões da Rocha, da 4ª Vara da Comarca.

Já em Pão de Açúcar, às 8h30, quem vai ao banco dos réus é Rosivaldo Souza de Oliveira, acusado de matar Demerval Vieira, efetuando disparos contra a vítima, no dia 30 de outubro de 2003. O julgamento terá à frente o magistrado Edivaldo Landeosi.

A 4ª Vara de Penedo leva a julgamento, a partir das 7h30, a ré Maria das Graças dos Santos, acusada de matar Leila Regina, no dia 13 de dezembro de 2008, efetuando vários disparos de arma de fogo contra a vítima. A sessão será presidida pelo titular da unidade, juiz Antônio Rafael Wanderley Casado da Silva.

Outro júri será realizado pela 2ª Vara de Porto Calvo, às 9h. O réu José Carlos da Silva é acusado de matar Everaldo José da Silva, em 8 de janeiro de 2005. A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo. Segundo o Ministério Público (MP/AL), o crime foi motivado por uma discussão que havia acontecido dias antes. Quem presidirá o julgamento será o magistrado José Eduardo Nobre Carlos.

O último júri pautado para quarta-feira será no Fórum de Rio Largo, às 8h30. O réu Thallys Sena da Silva será julgado pela morte de Wagner Oliveira, ocorrida em setembro de 2011. O julgamento terá à frente o juiz Galdino José Amorim Vasconcelos.

7segundos

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com