julio-cezar-candidato-a-prefeito-de-palmeira-dos-indios

FILHO DE VERDUREIRA DERRUBA RENAN E SE TORNA PREFEITO EM AL

Com mais de 13 mil votos de diferença, o filho de uma verdureira, Julio Cezar (PSB), quebrou as correntes de oligarquias que comandavam o município alagoano de Palmeira dos Índios e se tornou prefeito.

A vitória esmagadora com 64,62% dos votos foi uma clara mensagem de que a maioria dos palmeirenses não aceitam viver sob o jugo político do presidente do senado Renan Calheiros (PMDB), muito menos do ex-governador e ex-senador Teotonio Vilela Filho (PSDB), que apoiavam o prefeito James Ribeiro (PSDB) e sua candidata a prefeita Doutora Verônica Medeiros (PMDB).

Com enorme potencial comunicativo e propostas para os principais problemas de Palmeira dos Índios, o moleque que ajudava a o pai na roça e a mãe na feira se tornou prefeito da quarta maior cidade de Alagoas, com 74 mil habitantes, e localizada no Agreste Alagoano, a 135 km de Maceió.

Julio Cezar teve 23.786 votos (64,62%) e a segunda colocada, Doutora Verônica Medeiros, 9.936 votos (26,99%). A terceira colocada, Sheila Duarte (PT), teve 3.087 votos (8,39%).

RENANS EM CAMINHADA DA DOUTORA VERÔNICA

Embate desigual

De nada adiantou o senador Renan Calheiros reunir na reta final da campanha o governador Renan Filho (PMDB), o ex-governador e deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) para demonstrar força de sua candidata Verônica Medeiros, em caminhada na última quinta-feira (29).

Julio Cezar é jornalista formado e se elegeu vereador em 2012. Ex-assessor de imprensa do governo de Téo Vilela, o prefeito eleito já foi líder de James Ribeiro na Câmara e colhe os frutos de sua exposição na vitrine política, garantida pelo ex-governador tucano em 2014, quando Julio Cezar ganhou notabilidade ao salvar Téo Vilela do vexatório derretimento da chapa do PSDB para o governo de Alagoas.

O prefeito eleito foi candidato a governador escolhido por Téo Vilela, enfrentou a difícil missão de defender um governo desgastado, em um embate inglório contra Renan Filho (PMDB). Só que a lógica das oligarquias prevaleceu e seu padrinho tucano firmou aliança com a família Calheiros contra seu projeto de ser prefeito.

diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com