c0316c36-7073-4aaf-abd0-4a5f27411f4f

Acusado de tentar matar agente de segurança vai a júri

Vai a júri nesta terça-feira, 4, o réu Wellington Pedro da Silva. Ele é acusado de tentar matar o agente de segurança Clóvis Artur de Lima e Silva, durante uma tentativa de fuga na Unidade de Internação de Jovens e Adultos (Uija), em abril de 2014. A sessão acontece a partir das 13h, no Fórum do Barro Duro.

Segundo a denúncia do Ministério Público (MP/AL), Wellington fazia parte do grupo que conseguiu abrir o cadeado de um dos módulos da unidade e tentou fugir. Ao encontrar o agente, o réu o atacou com golpes de objeto pontiagudo no peito.

Ainda de acordo com a denúncia, a vítima não morreu porque estava usando um colete balístico e também porque outros seguranças detiveram o acusado. O agente foi ferido ainda no braço.

Em depoimento, Wellington negou ser o responsável pelo crime. Disse que a vítima, ao ver o portão se abrindo, teria se assustado, caído e machucado o braço. O réu disse que foi acusado porque teria saído na frente no momento da tentativa de fuga.

Ele foi pronunciado em agosto de 2015 e será julgado por tentativa de homicídio. O júri será conduzido pela juíza Lorena Carla Sotto-Mayor, titular da 7ª Vara Criminal. A defesa ficará a cargo do defensor público Marcelo Barbosa Arantes e a acusação terá à frente o promotor Anderson Cláudio de Almeida Barbosa.

*Com Ascom/TJ

cadaminuto

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com