86b39980c83af33100d062f0a9fae0f1

TV Tribunal mostra que homenagens a pessoas vivas em obras públicas é inconstitucional

As homenagens feitas a pessoas vivas nas ruas, em ambulatórios, em escolas e outros equipamentos públicos de Maceió foram alvos de uma ação popular. E o juiz da 14ª Vara Cível da Capital, Antônio Emanuel Dória Ferreira, decidiu que as homenagens são inconstitucionais.

A equipe da TV Tribunal conversou com o autor da ação, o jurista Othoniel Pinheiro Neto, que explicou que se baseou em uma lei de 1977. “Não se pode atribuir nomes de pessoas vivas a logradouros públicos para evitar promoção pessoal com o dinheiro do contribuinte”, afirmou o jurista.

A decisão do juiz Antônio Emanuel Dória foi disponibilizada no Diário da Justiça da última sexta-feira (23). “Em suma, entendo que a atribuição de nome de pessoa viva em bem público desprestigia o consagrado princípio da impessoalidade”, afirmou o magistrado. Veja mais na reportagem de André Risco e Léo Ziziano.

Diretoria de Comunicação – Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br – (82) 4009-3141/3240

tjal.jus

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com