7fcab759-460a-47e7-b694-bd9e388c736d

Justiça nega liberdade de acusado por sequestro e homicídio de estudante

Foi negado pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) o pedido de liberdade de Danilo Eduardo Sales de Medeiros Freire, acusado de envolvimento no sequestro e na morte de uma estudante de Arapiraca, região agreste do Estado. A decisão foi publicada nesta quarta-feira, 31.

Em novembro de 2013, Camila Silva Canuto Madruga, de 20 anos, foi sequestrada e levada para a zona rural de Cachoeirinha, em Pernambuco. Lá, foi assassinada com dois tiros. O veículo da estudante foi roubado e, posteriormente, vendido.

A defesa pediu habeas corpus alegando que o Danilo está preso desde abril de 2014 e sofre constrangimento ilegal por conta do excesso de prazo para o término da instrução criminal.

O pedido de liberdade, no entanto, foi negado. De acordo com o relator do processo, desembargador Otávio Leão Praxedes, o alegado excesso de prazo deve ser analisado em conjunto com as demais circunstâncias que envolvem o caso. “Embora conste argumentação defensiva no sentido de que o paciente está segregado há cerca de dois anos, destaco que o feito originário trata de ato delitivo que traz em seu conteúdo fático considerável complexidade”, afirmou.

Ainda segundo o desembargador, a instrução processual já foi finalizada e, atualmente, o processo encontra-se no aguardo da apresentação das alegações finais relativas a outro réu envolvido no crime. “Verifico que durante o processamento foi necessária a expedição de várias cartas precatórias, vez que muitas das testemunhas foram ouvidas nos Estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte, o que, por óbvio, demanda um alongamento dos prazos processuais”, explicou Otávio Praxedes.

*Com Ascom TJ/AL

 cadaminuto

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com