201609130638_9bb70bca69

Bebê vítima de esquema para adoção ilegal será levado para abrigo

A Justiça determinou, nessa segunda-feira (12), que um bebê vítima de um esquema para adoção ilegal seja levado para um abrigo. Rosineide dos Santos, de 40 anos, estaria se passando pela grávida Cristiane dos Santos, 28, que deu à luz há poucos dias, na maternidade Nossa Senhora da Guia, no bairro do Poço, em Maceió.

A mãe do recém-nascido, acusada na trama, alegou não ter condições de ficar com a criança. Os parentes também informaram que não têm como se responsabilizar pelo menino. Este, portanto, será entregue ao Lar do Amparo à Crianças para Adoção (Laca), situado no bairro do Feitosa, por determinação do juiz Ygor Figueiredo, da 28ª Vara da Infância e Juventude.

Rosilene e Cristiane vão responder por falsidade ideológica, podendo pegar até cinco anos de prisão. O marido de Rosineide também será responsabilizado porque havia registrado o bebê como filho do casal.

Entenda o caso

Guarnições da Polícia Militar de Alagoas (PM-AL) encaminharam à Central de Flagrantes, no último dia 8, duas mulheres suspeitas de participar de um esquema cujo objetivo era regularizar a adoção ilegal de um bebê recém-nascido. As informações iniciais apontam que Rosineide dos Santos, de 40 anos, estaria se passando pela grávida Cristiane dos Santos, 28, que deu à luz na maternidade Nossa Senhora da Guia.

De acordo com testemunhas, funcionários e seguranças da unidade estranharam o fato de Rosineide ter se apresentado como Cristiane, chegando a assinar documentos e formulários relativos à gestação e ao parto da verdadeira mãe. No momento em que entrou na unidade hospitalar, Cristiane teria apresentado uma carteira de identidade com o nome de Rosineide dos Santos, o que, segundo a polícia, demonstra a intenção do crime.

gazetaweb.globo

 

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com