anivaldo-miranda-presidente-do-comite-da-bacia-do-sao-francisco-foto-cbhsf-menor-2

ALAGOANO É REELEITO PRESIDENTE DO COMITÊ DO VELHO CHICO

O jornalista e ambientalista alagoano Anivaldo Miranda foi reeleito presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), e terá outro alagoano, Maciel Oliveira, como vice-presidente. A eleição da Diretoria Executiva aconteceu nesta sexta-feira (16), no auditório do Othon Palace Hotel, em Belo Horizonte (MG), onde o mineiro Lessandro Gabriel da Costa também foi eleito para a Secretaria do colegiado, durante a XIX Plenária Extraordinária do Comitê .

A posse da nova diretoria do Comitê da Bacia do Velho Chico ocorreu após a eleição unânime de Anivaldo Miranda, com apenas uma abstenção. O alagoano dirige o CBHSF há três anos e foi legitimado para prosseguir no poder até 2020.

“O trabalho da nova diretoria será o de conduzir os trabalhos com muito diálogo e transparência. Tudo o que nós fazemos foi assim e assim iremos permanecer. Todos estejam bastante tranquilos porque, após essa escolha, ninguém deve se sentir vencedor ou vencido. Temos, daqui por diante, muito trabalho a ser executado”, disse Anivaldo Miranda, após a recondução.

A vice-presidência foi conquistada pelo penedense Maciel Oliveira, com 34 votos sobre Wagner Soares Costa, que obteve 24 votos, dos 62 habilitados para o pleito. Lessandro Gabriel venceu Agenor do Amaral por 37 votos contra 19 do concorrente.

COORDENADORES DAS CCRS

Revitalização como meta

Além de presidente, vice e secretário, a Diretoria Colegiada do CBHSF é composta por coordenadores das Câmaras Consultivas Regionais (CCRs) do Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco.

Para a CCR do Alto São Francisco, foi eleita Silvia Freedman Ruas Durães, tendo na secretaria Ronaldo de Carvalho Guerra. A CCR do Médio São Francisco será conduzida por Ednaldo de Castro Campos e, para a Secretaria, João da Conceição Santos. No Submédio, a CCR terá na coordenação Julianeli Tolentino de Lima e Almacks Luiz Silva, na Secretaria. Para a CCR do Baixo São Francisco, foi eleito Honey Gama Oliveira para coordenador e Rosa Cecília Lima dos Santos, para secretária.

Nesta sexta, também houve a renovação dos 124 integrantes do colegiado para os próximos quatro anos. Segundo a assessoria de comunicação do Comitê, os novos “guardiões do Velho Chico” encaram o desafio de efetivar a revitalização do Rio São Francisco, com ações sustentáveis que vão desde a implantação de obras de infraestrutura hídrica a trabalhos de educação ambiental ao longo deste que é o maior rio genuinamente brasileiro.

A Câmara Técnica de Articulação Institucional (CTAI) assegurou ao processo a eleição dos segmentos representativos da entidade, como abastecimento urbano, indústria e mineração, irrigação e uso agropecuário, hidroviário, pesca, turismo e lazer, hidroeletricidade, organizações não governamentais, organizações técnicas de ensino e pesquisa, comunidades tradicionais, povos indígenas, consórcios, associações intermunicipais ou de usuários, além dos poderes público municipal, estadual e federal.

Homenagem a ator

O Comitê também aprovou uma moção de pesar pelo falecimento do ator Domingos Montagner, aos 54 anos, vítima de afogamento no Rio São Francisco, no município sergipano de Canindé do São Francisco-SE, onde gravava as últimas cenas da novela Velho Chico, da Globo.

O presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, ressaltou que a morte do ator que interpretava o protagonista ‘Santo’ envolveu emocionalmente o próprio colegiado, por causa de sua relação com a novela já que o Comitê foi convidado pelos autores da trama para uma espécie de consultoria sobre o rio e suas peculiaridades.

Além da moção, os membros fizeram um minuto de silêncio em homenagem ao ator.

Diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com