sem-titulo

Adolescente é mais uma vítima de ataque com seringa no metrô

Uma adolescente de 15 anos foi atacada com seringa nesta quinta-feira no Metrô em São Paulo. A jovem estava acompanhada de amigas e sentiu uma agulhada nas costas quando se aproximada da estação Itaquera, na linha vermelha. Em seguida, elas desceram do trem e procuraram o segurança para relatar o ocorrido.

A vítima foi encaminha para a Delegacia de Polícia do Metropolitana (Delpom), responsável pelas dependências do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), onde registrou boletim de ocorrência. As amigas da jovem conseguiram fotografar o suspeito do ataque.

Segundo o delegado, Rogério Luiz Marques, a vítima já repassou a foto do suspeito aos policias e a Delpom solicitou as imagens do interior do vagão e das dependências da estação nesta sexta-feira. “Ela e as amigas conseguiram fotografar o suspeito, ainda que meio de lado é possível saber que é um homem que aparenta ter 45 anos. Outras vítimas serão chamadas para fazer o reconhecimento desse suspeito através da foto”.

A vítima relatou aos policiais que assim que desceu do vagão percebeu que o homem a olhava e ria “em tom de deboche”. O delegado orienta que as vítimas desses ataques se manifestem assim que sentirem a agulhada. “É importante que façam alarde, gritem, avisem aos demais sobre o ocorrido.”

De acordo com a Delpom, os seguranças das dependências do Metrô e da CPTM estão orientados desde maio – quando aconteceu o primeiro ataque – a deter os suspeitos e oferecer toda proteção à vítima. O boletim de ocorrência foi registrado por volta das 23 horas desta quinta-feira e, em seguida, a adolescente foi encaminhada ao hospital Emílio Ribas para a realização de exames.

Outros casos de ataques com seringa já foram relatados por usuárias do Metrô. Segundo o delegado, a Delpom já registrou 26 casos de ataque com seringas desde maio deste ano. “Entre Metrô e CPTM, temos 26 casos registrados desde maio, porém 19 vítimas não quiseram dar prosseguimento às investigações.”

 Suspeito preso

Na última terça-feira, a Delpom localizou o primeiro suspeito dos ataques. Benedito José da Silva, de 62 anos, foi detido com mais de vinte agulhas de seringa em uma das plataformas da linha vermelha do Metrô. O homem foi encaminhado a um hospital psiquiátrico.

Uma das vítimas já reconheceu o suspeito através da voz e afirmou que ele estava ao seu lado quando ela foi atacada. De acordo com o delegado, todas as 26 vítimas dos ataques serão convocadas para realizar o reconhecimento dos suspeitos.

 

msn

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com