tmp_469-bf964f8b-f75b-4a1b-9416-08a3271059f9876361397

STF mantém afastamento de Celso Luiz da Prefeitura de Canapi

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve o afastamento de Celso Luiz da Prefeitura de Canapi, por suposto envolvimento no desvio de verbas públicas. O gestor ingressou com uma reclamação no STF contra a decisão do juiz da Comarca de Mata Grande, João Dirceu Soares Moraes, que determinou seu afastamento pelo prazo de 180 dias. A reclamação, no entanto, foi indeferida.

Celso Luiz argumentou que a decisão do magistrado não tem base probatória apta que justifique o afastamento cautelar. No dia 10 deste mês, o ministro Edson Fachin indeferiu a reclamação por entender que o recurso não é cabível à Suprema Corte, uma vez que a decisão do juiz não usurpou a competência do STF, não ofendeu a autoridade das decisões do órgão, nem súmulas vinculantes.

No dia 29 de julho, o juiz João Dirceu Soares Moraes determinou o afastamento de Celso Luiz Tenório, acusado de liderar esquema que teria desviado cerca de R$ 11 milhões dos cofres públicos de Canapi. O gestor também teve os bens declarados indisponíveis.

O afastamento salvaguarda o interesse da sociedade na gestão responsável do dispêndio público, bem como da instrução processual, afastando com eficácia a possibilidade de reiteração de práticas ímprobas e a desmoralização da Administração Pública Municipal, tudo somado à boa instrução processual”, ressaltou o magistrado.

Cadaminuto

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com