gleisi hoffmann e renan calheiros 25abr16 CADU ANDRADE ae

RENAN REVELA DEMONSTRAÇÃO DE FORÇA NO STF AO LIVRAR GLEISI E O MARIDO

Na retomada do julgamento da presidente-ré, Dilma Rousseff, após a discussão entre os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) que teve até empurra-empurra e causou a interrupção da sessão, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pediu a palavra e criticou os senadores dilmistas: “Ontem, a senadora disse que o Senado não tem moral para julgar. Como uma senadora pode fazer uma declaração dessa, exatamente uma senadora que conseguiu há 30 dias que o presidente do Senado conseguisse no Supremo Tribunal Federal desfazer o seu indiciamento e o do seu marido”.

Gleisi Hoffmann retrucou e chamou Renan de “canalha”. A afirmação causou uma nova confusão generalizada, que gerou outra interrupção por parte do presidente da sessão e do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, até as 13h.

Em junho, Paulo Bernardo, o marido de Gleisi e ex-ministro de Dilma e Lula, foi preso pela Polícia Federal na Lava Jato, acusado de montar um esquema de fraudes na liberação de créditos consignados que teria desviado cerca de R$ 100 milhões. Procurado, o STF confirma que não irá se manifestar em relação às declarações dos senadores e o “desindiciamento” do casal Gleisi e Paulo Bernardo.

diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com