97783506-8894-4a39-b3b4-257715b58b0a

Renan Filho pede prudência ao falar das declarações da CUT sobre “terrorismo”

A afirmação do Governador Renan Filho de que o estado conseguiria pagar os salários dos servidores públicos até dezembro gerou mal estar entre as entidades sindicais e atraiu fortes declarações da Central Única dos Trabalhadores em Alagoas, que classificou as palavras como “terrorismo”.

Ele pediu prudência nas afirmações e disse que é muito difícil administrar um estado pobre em um momento de crise financeira a qual o país passa. Nesta manhã (02), em um evento no Estádio Rei Pelé, o governador disse que não pode criar terror por decisões próprias. “E ainda estaria levando a Alagoas ao caos, como muitos outros gestores fizeram”.

Renan Filho disse que concorda e discorda de algumas opiniões expostas pela Central Única dos Trabalhadores, e uma das discordâncias é sobre o momento atual que o país passa. “Vamos ter a prudência necessária para administrar um estado pobre nesse momento com o país em crise”, disse.

Alagoas vem mantendo o pagamento dos salários servidores estaduais em dia diferente do cenário visto em outros estados, como Rio de Janeiro, que atrasou o pagamento dos servidores e também dos aposentados.

O governador colocou ainda que o mês tem sido muito duro para a arrecadação, principalmente pela desaquecida que o mercado tende a permanecer nos meses de julho e agosto, o que torna o cenário ainda mais difícil.

cadaminuto

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com