201608181042_ce85879363

Renan Filho admite que é preciso contratar mais servidores em Alagoas

O governador Renan Filho (PMDB) afirmou, nesta quinta-feira (18), que o estado precisa contratar mais servidores para que toda a estrutura possa funcionar a contento. Ele confirmou que existem mais de 20 leitos inutilizados na Maternidade Santa Mônica por conta da falta de pessoal e disse que é preciso “ter segurança de que poderá pagar” antes de nomear profissionais aprovados em concursos públicos.

“Pretendo contratar as pessoas cada vez mais, porém Alagoas está no limite máximo da Lei de Responsabilidade Fiscal. Já contratei para a Uneal e a Uncisal, mas precisamos contratar mais. Temos que convocar mais policiais, a reserva técnica da Polícia Civil e outros profissionais para fazer funcionar todos os equipamentos. Mas, antes, temos que ter segurança para pagar”, afirmou Renan Filho, sem estipular prazos para as convocações.

Durante a entrevista, o governador ressaltou, mais uma vez, as dificuldades financeiras que têm feito com que muitos estados atrasem os salários. Segundo ele, Alagoas é uma exceção. “Por onde eu passo ninguém pergunta quando será pago o salário, porque os servidores já sabem que, na data prevista, o dinheiro estará na conta”, falou.

Renan também destacou as obras que estão sendo realizadas no estado e, em especial, em Maceió, citando, entre outros, os trabalhos realizados na Cachoeira do Meirim, no Benedito Bentes. Citou ainda as construções dos centros integrados de segurança pública nas cidades do interior, cujas obras estão adiantadas.

O governador aproveitou a oportunidade para anunciar que irá construir a sede da Secretaria de Estado da Educação nas proximidades do Cepa e reforçar que dará início à construção de um hospital ainda este ano.

Aliado de Cícero Almeida (PMDB) nas eleições deste ano, Renan Filho disse que recebeu com surpresa a informação de que Almeida poderá perder o mandato de deputado federal, mas confessou não saber mais detalhes sobre o assunto.

Melhorias no trânsito

As declarações foram dadas durante solenidade de assinatura da ordem de serviço para início das obras de construção do segundo eixo viário paralelo à Avenida Fernandes Lima, no Cepa.

O Eixo Cepa terá nove quilômetros de extensão, tendo início no Ibama, no bairro da Gruta, estendendo-se até as ruas Frei Caneca e Luiz de Mascarenhas, no Farol, próximo à ladeira do Teobaldo. Assim como o Eixo Quartel, o Eixo Cepa compõe o projeto das vias alternativas que visam facilitar o escoamento do tráfego no principal corredor de transportes da cidade.

gazetaweb.globo.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com