201608031458_52b11aebb7

Polícia investiga estupro de médica cubana dentro de posto de saúde

A polícia investiga o estupro de uma médica cubana – do programa Mais Médicos – dentro de um consultório do Posto de Saúde de Capoeiras, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a prefeita do município, Neide Reino (PSB), um assaltante teria invadido a unidade e cometido o crime. O caso divulgado nesta quarta-feira (3) ocorreu na segunda (1º).

Por e-mail, o G1 solicitou um posicionamento do Ministério da Saúde para saber se o órgão tomará algum tipo de medida com relação a este caso. Até a publicação desta matéria, não recebemos resposta.

Por telefone, o G1 conversou com a prefeita de Capoeiras, Neide Reino. Ela explicou como o caso aconteceu. De acordo com a gestora, a médica estava trabalhando no posto quando um assaltante invadiu o local. “Ele rendeu a médica e a técnica de enfermagem, e roubou os celulares delas. Depois ele trancou a médica no consultório e cometeu o crime”, detalhou.

Ainda segundo a prefeita, o criminoso não foi reconhecido e não havia segurança no posto de saúde. A médica é casada, integrante do Programa Mais Médicos – do Governo Federal – e mora em Capoeiras, conforme informou a gestora.

“Nós já prestamos um boletim de ocorrência e levamos a médica para uma unidade de saúde para ela passar por exames sexológicos, que irão confirmar o estupro”, falou Neide Reino. O delegado Flávio Pessoa disse que “não será repassada nenhuma outra informação por enquanto para não atrapalhar as investigações”.

gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com