201608090624_6977c5dc35

Jovem morto por PM durante assalto era acusado de sequestro, tráfico e assalto

O suspeito de assalto morto durante confronto com um militar na noite desta segunda-feira (8), na cidade de Coruripe, foi identificado, na manhã desta terça-feira (9), no Instituto Médico Legal (IML) de Maceió, como Altair Caetano da Silva, conhecido como Neném, de 26 anos. Ele é fugitivo da Justiça e acusado de participar de diversos crimes, como o sequestro de um empresário em Maceió, além de tráfico de drogas e assaltos.

De acordo como IML, a identificação foi realizada pelo pai do morto, Aristeu Caetano, que esteve no IML da capital e apresentou os documentos do acusado do arrastão que deixou gravemente ferido o sargento da PM de Alagoas Gilmar Barbosa. Abalado, o genitor de Altair afirmou que o filho tinha várias passagens pela polícia, “e como ele não aceitava conselhos”, já esperava receber a notícia da morte.

Informações da Polícia Civil apontam que os crimes atribuídos a Altair começaram em 2009, quando ele ainda era menor de idade. Na época, com 17 anos, ele foi preso em Maceió pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. Em 2011, Altair voltou a ser preso, dessa vez, acusado pelo crime de homicídio ocorrido no município da Barra de São Miguel.

Altair voltou a ser autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo em 2013. Em 2016, ele foi identificado como autor de roubos de veículos, sendo um no município de Paripueira e outro em São Luiz do Quitunde, além de estar envolvido no sequestro do empresário do ramo de eventos, André Almeida, fato ocorrido no dia 3 de junho deste ano, quando ele saia do estabelecimento.

O corpo de Altair já foi necropsiado e liberado para sepultamento. O laudo cadavérico será encaminhado para o Distrito Policial de Coruripe, responsável pela investigação do assalto.

gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com