thumbnail_Diretoria do Sindspem presta contas - Foto Fernando Vinícius (1)

Diretoria do SINDSPEM presta contas aos servidores

A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo – SINDSPEM prestou contas do período referentes ao primeiro semestre de 2016. Com o auditório Joaquim Reis de Santana novamente lotado, prova da credibilidade do sindicato perante seus afiliados, a prestação de contas abriu a assembleia geral extraordinária realizada nesta quinta-feira, 04.

Ao lado de membros da diretoria do sindicato, do advogado William Martins e Odair Seixas, administrador do sistema que gerencia o convênio SINDSPEM, a presidente Ana Flávia Teixeira apresentou dados resumidos a fim de facilitar o entendimento. “Quem quiser ter acesso aos empenhos das nossas contas, pode consultar em nosso setor financeiro”, acrescentou depois de abordar os problemas enfrentados pelo SINDSPEM e servidores.

Ana Flávia voltou a refutar todas as distorções divulgadas pelo governo após a reunião sobre o convênio SINDSPEM realizada em 29 de junho, frisando que as irregularidades cometidas antes de a diretoria atual assumir o SINDSPEM deixaram de ocorrer, sem negar que o sindicato tem uma dívida a saldar com os conveniados.

Presidente da Comissão de Inquérito que resultou na destituição de parte da diretoria passada do SINDSPEM, Luís Dantas, foi categórico ao ser questionado sobre ‘rombo’ no SINDSPEM. “Não durante esta gestão!”, afirmou o atual vice-presidente do sindicato.

Alteração indevida na margem de desconto ou uso de matrícula de servidor falecido ou ex-ocupante de cargo comissionado, os tais ‘fantasmas’ apontados pelo governo, são práticas anteriores às da diretoria atual do sindicato.

Com objetivo de aprimorar o acompanhamento do uso do ‘cartão SINDSPEM’, o administrador do sistema sugere a criação de um perfil para que cada beneficiado acesse – por meio de senha individual – quanto gastou, o que foi informado pelo sindicato como uso do cartão e o valor descontado pela prefeitura do salário do trabalhador.

Odair Seixas disse ainda que tenta, desde 2009, sincronizar o sistema que administra o convênio SINDSPEM com a folha de pagamento da prefeitura, avanço que esbarra na falta de interesse do governo.

“Se não houver essa integração entre os sistemas, a solução que precisamos nunca vai ocorrer”, declarou Seixas, frisando ainda que a prefeitura passou a fornecer informações sobre os descontos que faz nos salários dos servidores somente a partir de outubro de 2015.

Sobre a Campanha Salarial 2016, o prefeito encaminhou ofício na segunda-feira, 1º de agosto, dizendo que poderá receber o SINDSPEM na próxima quarta-feira, 10. A realização de audiência para retomar o diálogo sobre as reivindicações do funcionalismo municipal foi protocolada pelo SINDSPEM em 07 de julho, dia seguinte ao protesto da categoria que cobra valorização profissional, direitos trabalhistas e não aceita a proposta de 1% de reajuste salarial parcelado em três vezes, conforme propõe Március Beltrão.

O corte no salário dos servidores que participaram dos dois dias de paralisação de advertência é mais uma prova da insensibilidade do gestor contra o maior patrimônio do município. O advogado William Martins explicou que o desconto só pode ser efetuado com a decretação da ilegalidade da greve pela justiça.

Martins disse ainda que todos os funcionários atingidos pelo corte devem ir ao SINDSPEM, munidos de documentação, para dar início a uma ação preparada pela assessoria jurídica do sindicato que atende os servidores na sede do SINDSPEM todas as quartas-feiras e também em seu escritório, situado na Rua João Ramalho.

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE PENEDO – SINDSPEM

A Valorização do Servidor Começa Aqui!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com