201604151647_6d6468abf4

CRB já apresentou defesa prévia de Olívio ao STJD, diz advogado

Uma semana apos o anúncio da suspensão preventiva do volante regatiano Olívio por 30 dias, em decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por suspeita de doping, o advogado do CRB, Osvaldo Cestário, afirma que o jogador e o clube seguem a aguardar a confirmação da data do julgamento do atleta.

Em entrevista à Rádio Correio, Cestário revelou que a contraprova do exame já foi feita, com o resultado sendo positivo para testosterona. O advogado também afirmou que todas as provas para a defesa de Olívio já foram apresentadas à procuradoria na última segunda-feira (1). Agora, resta ao CRB aguardar que a procuradoria formalize a denúncia.

“Nós já reunimos tudo o que queríamos com relação as nossas provas. Entregamos toda a documentação na última segunda-feira. E quando o caso for levado a julgamento, levaremos tudo este material também para o juri, apresentando nossas testemunhas” disse.

Ainda de acordo com o advogado regatiano, o julgamento do volante regatiano deve ocorrer nos próximos dias, ainda dentro do período (30 dias) que corresponde à suspensão preventiva do atleta.

“Como o tribunal não nos denunciou, ainda é incerta a data do julgamento do Olívio. Isso é algo definido por eles, e o normal é de aconteça dentro dos 30 dias da suspensão do jogador. Caso isso não ocorra, entraremos com um pedido de efeito suspensivo para que ele retorne aos gramados enquanto não é julgado”, afirmou o advogado.

A Agência Mundial Antidoping (Wada) prevê que, em casos de doping, seja aplicada pena mínima de quatro anos de suspensão. Porém, alguns atenuantes podem reduzir a punição prevista. Segundo Cestário, o fato de Olívio nunca ter se envolvido em casos semelhantes, somado ao fato de não ter usado a substância que continha testosterona para melhorar seu desempenho em campo, pode ajudá-lo a escapar de penalidade mais severa.

“A pena mínima é de quatro anos, mas há atenuantes que podem reduzir esta punição para uma advertência, que vai de trinta dias a um ano ou mais. No caso do Olívio, que nunca se envolveu em nenhum caso de doping e admitiu ter usado um produto com esta substância para outros fins, isso pode ajudá-lo”, explicou.

gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com