neymar-barcelona-espanyol-liga-bbva_18wwkuz3kzuj21s7cms5h76qwh

Neymar nega falta de compromisso com seleção: ‘Por que não posso ir para a balada?’

A exemplo do que aconteceu na Copa das Confederações em 2013, Neymar quer chegar ao Maracanã em 20 de agosto comemorando mais uma conquista em sua carreira.

Em sua primeira entrevista coletiva, o principal jogador deixou claro que não passa por sua cabeça deixar escapar a medalha de ouro olímpica. Será o seu primeiro compromisso com a seleção brasileira após episódio de atrito em redes sociais em que se referiu aos críticos de seu trabalho e de seus colegas como “babacas”.

O craque de 24 anos pediu desculpas posteriormente, mas foi obrigado a voltar ao assunto nesta terça-feira e defendeu mais uma vez o seu comprometimento com o país.

Para ele, a cobrança em torno de seu nome tem de ser feita pelo que faz em campo.

“Você tem que começar a ver o que faço dentro de campo, minhas coisas particulares são minhas. Você poderia olhar pra mim, por gentileza? Sem ficar chateado. Você tem que me cobrar em campo, mas tenho minha vida particular, tenho 24 anos, tenho minhas conquistas, minhas coisas, e sou muito tranquilo quanto a isso. Tenho meus erros, não sou perfeito”, afirmou.

“Eu tenho amigos, tenho família, por que não posso ir para a balada?”, prosseguiu.

“Eu posso, eu vou, e não vejo problema nenhum, é minha vida particular. Dentro de campo, eu sempre me entrego, tento fazer meu melhor, acabo errando, como errei muitas vezes e ainda vou errar, é normal para um ser humano. Estou aprendendo cada vez mais com meninos mais novos do que eu”, completou.

Neymar é um dos três atletas acima de 23 anos convocados para os Jogos Olímpicos.

Ele tem a companhia de Fernando Prass, do Palmeiras, e Renato Augusto, do Beijing Guoan-CHI.

“Ganhar é muito bom, ser cobrado faz parte do futebol, estou aqui para isso. A partir do momento em que me cobram em campo, desde que para o lado bom, isso faz parte. Eles são novos, mas sabemos da responsabilidade de levar o Brasil em casa na Olimpíada. Isso não me preocupa. Ter medo de perder tira vontade de ganhar, eu não tenho medo de perder. Se perder, que seja de cabeça erguida”, disse.

A seleção olímpica realizou treino de seis contra cinco na defesa durante a manhã e teve o desfalque do palmeirense Fernando Prass, que sente dores no cotovelo direito, o mesmo operado em 2014.

A princípio, segundo a CBF, não existe risco de corte. Ele ficou de fora supostamente por precaução.

O time treina mais uma vez na Granja Comary às 15h30 (de Brasília) e encerra a sua preparação no centro de treinamento nesta quarta-feira. Em seguida, embarca para Goiânia, onde enfrenta o Japão em amistoso no próximo sábado, 30, no Serra Dourada.

MSN

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com