dilma e lula campanha - foto ricardo stuckert - instituto lula

EMPRESA USADA NA CAMPANHA DE DILMA É SUSPEITA DE LAVAGEM DE DINHEIRO

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) novos indícios que apontam crime nas empresas que prestaram serviço à campanha presidencial de Dilma Rousseff, em 2014. A investigação é sobre um esquema de lavagem de dinheiro que teria sido feito por uma dessas fornecedoras. Outros indícios já são apurados pelo TSE desde o ano passado. Em maio deste ano, o ministro Gilmar Mendes, relator das contas da campanha, já havia encaminhado novos indícios de irregularidades.

A empresa DCO Informática e Comércio é a investigada. Ela está localizada em Uberlândia (MG) e foi uma das contratadas para trabalhar na campanha da petista. As informações são da GloboNews.

A empresa suspeita não tem alvará de funcionamento, além de ter apenas um notebook e três funcionários, que não têm registros. A função da empresa, na época da campanha, era disparar mensagens com publicidade para celulares. Cada uma custava de 6 a 16 centavos. No total, a empresa ganhou R$ 4,8 milhões, pagos em outubro de 2014, ainda durante a campanha.

diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com